PUBLICIDADE
Esportes

Egídio beija camisa e vê elenco parecido com time bicampeão

Ao lado do Presidente Wagner Pires de Sá e o diretor de futebol Marcelo Djian, Egídio entrou na sala de imprensa da Toca da Raposa II, para ser apresentado, nessa sexta-feira. Ele pegou a camisa, vestiu, levantou as duas mãos próximas ao escudo e o puxou até a boca. Beijou e disse: ?pelo carinho que [?]

15:15 | 06/01/2018

Ao lado do Presidente Wagner Pires de Sá e o diretor de futebol Marcelo Djian, Egídio entrou na sala de imprensa da Toca da Raposa II, para ser apresentado, nessa sexta-feira. Ele pegou a camisa, vestiu, levantou as duas mãos próximas ao escudo e o puxou até a boca. Beijou e disse: ?pelo carinho que tenho por essa camisa, tenho o direito de beijar esse escudo?.

Desta forma o jogador iniciou sua apresentação no Cruzeiro ? ou reapresentação. Egídio volta à Raposa depois três anos depois de deixar Minas Gerais. Com a camisa cinco estrelas, ele ganhou dois títulos do Campeonato Brasileiro e um Mineiro. O camisa 6 comentou esse retorno.

?Estou muito feliz de estar voltando para a Toca, onde, durante meus 12 anos de carreira, fui mais feliz. Quando surgiu a oportunidade de voltar à Toca, tanto eu quanto minha família ficamos muito felizes. Agora, nosso maior foco para 2018 é ganhar a Copa Libertadores. O plantel que temos é para brigar por tudo que temos este ano?, salientou.

Egídio conseguiu comparar os grupos de 2013 e 2014 com o time de 2018. Ele espera conseguiu conquistar grandes títulos com a camisa celeste.

?Nosso principal objetivo é a Libertadores. Mas não podemos nos esquecer dos outros campeonatos, pois temos elenco. Em 2014 quase ganhamos a Tríplice Coroa, chegamos à final da Copa do Brasil. Em 2018 está bem parecido com os anos de 2013 e 2014?, completou.

Egídio volta a Belo Horizonte após o Cruzeiro perder Diogo Barbosa, que está agora no Palmeiras. Bem recebido, ele ouviu do Presidente da Raposa antes da apresentação: ?o bom filho a casa torna?.

Gazeta Esportiva

TAGS