PUBLICIDADE
Esportes

Thiago Neves reclama de clima político do Cruzeiro: ?que não venham nos atrapalhar?

O clima político do Cruzeiro não é nada bom. O Itair Machado foi acusado de ameaçar o ex-vice-presidente Bruno Vicintin. No fim das contas, ambos foram parar na delegacia para registrar Boletins de Ocorrência. Em campo, o meia Thiago Neves pediu paz ou, pelo menos, que não atrapalhe o grupo. ?A gente fica fora. Procuramos [?]

15:00 | 28/11/2017

O clima político do Cruzeiro não é nada bom. O Itair Machado foi acusado de ameaçar o ex-vice-presidente Bruno Vicintin. No fim das contas, ambos foram parar na delegacia para registrar Boletins de Ocorrência. Em campo, o meia Thiago Neves pediu paz ou, pelo menos, que não atrapalhe o grupo.

?A gente fica fora. Procuramos não nos meter, pois atrapalha se entrarmos. A diretoria anterior eu tenho um carinho muito grande pelo Klauss (Câmara, diretor de futebol), pelo Bruno (Vicintin, ex-vice-presidente de futebol), pelo Tinga (gerente de futebol). Não conheço quem vai chegar, mas a gente espera que seja o mesmo ambiente. Como falei há algum tempo, que não venham para nos atrapalhar, pois nosso ambiente é o melhor possível?, destacou o camisa 30.

A declaração foi dada pelo meia após a derrota para o Vasco, por 1 a 0, no Mineirão, em duelo válido pelo Campeonato Brasileiro.

Os problemas na política do Cruzeiro começaram após a disputa. Quando Wagner Pires de Sá ganhou a disputa, convidou Itair Machado para ser seu braço direito, gerando um racha interno. Rapidamente, o vice-presidente e o atual presidente romperam relações com Wagner no dia seguinte.

Gazeta Esportiva

TAGS