Reencontro entre Cruzeiro e Corinthians expõe fases distintasSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Reencontro entre Cruzeiro e Corinthians expõe fases distintas

21h45 (horário de Brasília) de quarta-feira, no Mineirão. O Corinthians já tem marcado no calendário o reencontro contra o Cruzeiro, rival que derrotou o Timão nas finais da Copa do Brasil deste ano. Essa será a primeira vez que as equipes se enfrentam após a decisão e o panorama entre elas é bem diferente. Os [?]

10:15 | 14/11/2018

21h45 (horário de Brasília) de quarta-feira, no Mineirão. O Corinthians já tem marcado no calendário o reencontro contra o Cruzeiro, rival que derrotou o Timão nas finais da Copa do Brasil deste ano. Essa será a primeira vez que as equipes se enfrentam após a decisão e o panorama entre elas é bem diferente.

Os técnicos envolvidos no confronto do torneio mata-mata e no embate pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro permanecem os mesmos: Mano Menezes e Jair Ventura. Na comparação entre os dois, no entanto, a oposição é protagonista: enquanto um tem padrão de regularidade, o outro altera constantemente táticas e jogadores em busca de melhores resultados.

No comando dos celestes há mais de dois anos e quatro meses, Mano tem três títulos conquistados pela equipe mineira. Em 2017, o treinador venceu a Copa do Brasil em cima do Flamengo; neste ano, conduziu o Cruzeiro aos títulos do Campeonato Mineiro e novamente do torneio mata-mata nacional.

Por outro lado, Jair tem cerca de dois meses no comando do Timão e ainda não conseguiu dar um padrão tático à equipe, balançando no cargo de treinador. Ainda assim, o comandante corintiano mantém a defesa como ponto forte da equipe do Parque São Jorge, enquanto o rival tem o setor intermediário, raramente alterado, como triunfo.

Mais à frente no gramado, Robinho e Arrascaeta despontam como pilares do Cruzeiro pelas pontas, enquanto o Timão aposta na velocidade e garra de Romero e Pedrinho, xodó da Fiel. Ao centro do ataque, Mano tem três boas opções, contando com Barcos, Raniel e Fred, enquanto Jair demonstra desconfiança em seus atacantes de ofício e prefere apostar no veterano Danilo.

Além de um comparativo entre técnicos e padrões táticos, o reencontro entre mineiros e paulistas evidencia os momentos distintos de cada time.

Sem pretensões na Série A do Campeonato Brasileiro, com vaga na Libertadores garantida e título na bagagem da temporada, o Cruzeiro está ?leve? para o restante do ano. Para o confronto diante do Corinthians, inclusive, os celestes permitem-se manter o rodízio instaurado no ataque ? Fred, de volta recentemente após lesão grave, deve ser o titular para o embate. Mano sequer ficará à beira do campo. O técnico dará prioridade a um tratamento de pele e deixará o auxiliar Sidnei Lobo no seu lugar.

Já o Corinthians não tem direito a tranquilidade. A situação na disputa nacional de pontos corridos é preocupante e o Timão flerta com a zona de rebaixamento. Além disso, os recentes erros de arbitragem contra a equipe do Parque São Jorge, combinado com a corda bamba de Jair Ventura no cargo de técnico, são fatores que ?ajudam? a criar o clima instável na equipe.

Todos esses elementos estarão presentes no Mineirão, palco da primeira partida da decisão da Copa do Brasil e do jogo desta quarta-feira. Enquanto o Cruzeiro não tem grandes preocupações quanto ao Campeonato Brasileiro, para o Corinthians só a vitória interessa, assim como na decisão mata-mata. O torcedor alvinegro só espera que o resultado não seja o mesmo que o da final de outubro.

Gazeta Esportiva

TAGS