Cássio deseja sorte a dupla e brinca: ?Eu ainda tenho uma estrada boa?Sport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Cássio deseja sorte a dupla e brinca: ?Eu ainda tenho uma estrada boa?

O goleiro Cássio vai perder dois companheiros históricos de Corinthians ao final do Campeonato Brasileiro, com a aposentadoria do atacante Emerson Sheik e a não renovação de contrato do meia Danilo, mas não se vê traçando esse caminho tão em breve. Surpreso ao ser questionado se espera homenagens do nível das que foram feitas à [?]

17:30 | 28/11/2018

O goleiro Cássio vai perder dois companheiros históricos de Corinthians ao final do Campeonato Brasileiro, com a aposentadoria do atacante Emerson Sheik e a não renovação de contrato do meia Danilo, mas não se vê traçando esse caminho tão em breve. Surpreso ao ser questionado se espera homenagens do nível das que foram feitas à dupla quando sair do Timão, ele brincou com o tema.

?Pô, eu tenho 31 anos? Tem uma estrada boa ainda antes disso (risos)?, comentou o camisa 12, que chegou ao clube em 2012, dois anos após Danilo e um após Sheik. À época ainda um jovem que não conseguiu triunfar no PSV-HOL, o gigante corintiano mostrou todo o seu agradecimento à dupla.

?Esses caras são fáceis de falar, ajudaram o Corinthians a estar nesse patamar, são duas pessoas que fizeram muito pelo Corinthians dentro e fora de campo. Desejo sucesso a eles, vou participar do jogo do Sheik, mostra o respeito que a gente tem por ele. Ao Danilo vou desejar sorte onde ele for porque ele é um cara muito vitorioso. Tomara que não faça gol em mim?, brincou.

Na avaliação do ídolo corintiano, ambos só terão a noção exata do que fizeram pelo clube a partir desse momento. Confiante de que isso vai acontecer consigo também, Cássio disse que espera dividir a responsabilidade de liderar o elenco com outros nomes a partir de agora.

?Vale tanto para o Danilo quanto para o Sheik. Isso (idolatria) vai aparecer mais por ele ter parado de jogar ou sair. No meu caso vai ser a mesma coisa, quando eu parar de jogar vou ver o que eu fiz. Corinthians é muito grande para um jogar só ser referência. Acredito que devam chegar novos jogadores. Esses próximos jogadores que possam chegar vão se adaptar rapidamente?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS