Romero crê em trabalhos leves no Paraguai para jogar final pelo CorinthiansSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Romero crê em trabalhos leves no Paraguai para jogar final pelo Corinthians

Romero ficará cinco dias com a seleção paraguaia

16:30 | 03/10/2018

O atacante Ángel Romero conseguiu na última terça-feira uma liberação para diminuir seu período de serviço à seleção paraguaia na próxima semana, do dia 11 ao dia 15, ficando livre para disputar as duas finais da Copa do Brasil. De acordo com o atleta, mesmo que ele pouco treine ao lado dos seus companheiros entre as decisões, marcadas para os dias 10 e 17 deste mês, sua forma física vai estar no melhor nível contra os mineiros.

?As cargas de trabalho não vão ser tão pesadas na seleção, acho que vai ser mais treino técnico e tático do que outra coisa. Não vai ser físico, o treinador quer nos conhecer. Vou para conhecer o treinador, os novos companheiros. Quero entender as ideias do Osorio para os próximos amistosos. Por isso a insistência com o Corinthians para me apresentar à seleção?, disse o jogador, em entrevista concedida à Rádio Urbana, do Paraguai.

O jogador vai atuar no primeiro jogo pela decisão, em Belo Horizonte, na semana que vem, e já embarca para o período de treinos em Assunção. Depois, a expectativa é que ele chegue de volta ao CT Joaquim Grava no dia 15, uma segunda-feira, trabalhando com o elenco na véspera do duelo definitivo.

Também envolvido na convocação de Osorio, que espera usar o período para conhecer mais bem os seus jogadores e, apenas em novembro, definir uma lista para jogos amistosos, o atacante Sérgio Díaz foi elogiado pelo companheiro. No Corinthians, ainda não há definição se o jovem fará o mesmo caminho de Romero ou se ficará na seleção pelo período integral, entre os dias 8 e 16 de outubro.

?Fiquei muito contente por ele, por sua estreia, não é fácil um menino aguentar o que ele aguentou, e depois de 11 meses voltar a jogar. Um orgulho enorme para ele jogar numa equipe tão grande como o Corinthians. Ele entrou muito bem num jogo fora de casa, o que é sempre difícil, no Brasileirão. Requer adaptação ao futebol brasileiro e ele jogou da melhor forma, sem ansiedade. Fico contente por ele, que pode seguir assim para nos ajudar e ir crescendo no clube?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS