Danilo admite que Corinthians recuou demais contra o CruzeiroSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Danilo admite que Corinthians recuou demais contra o Cruzeiro

No auge de seus 39 anos, depois de 25 títulos na carreira, Danilo pode dizer que sabe o que uma equipe precisa fazer para ser campeã. E, na visão do meia, o Corinthians não pode repetir a atuação apresentada no primeiro tempo do jogo de ida das finais da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro. [?]

09:15 | 12/10/2018

No auge de seus 39 anos, depois de 25 títulos na carreira, Danilo pode dizer que sabe o que uma equipe precisa fazer para ser campeã. E, na visão do meia, o Corinthians não pode repetir a atuação apresentada no primeiro tempo do jogo de ida das finais da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro. A postura excessivamente defensiva acabou resultado na derrota parcial por 1 a 0 do Timão no Mineirão.

?No primeiro tempo poderíamos ter jogado mais. No segundo tempo voltamos melhor. (O time) estava muito atrás. A equipe (no caso, do Cruzeiro) vai criando volume, criando oportunidade, uma hora a bola entra, mas voltamos melhor no segundo tempo, com posse (da bola). Sem a posse é difícil criar oportunidade, então, melhoramos. Mas, pelo o que foi, acho que saiu bom para a gente?, avaliou o veterano.

Leia também:

Corinthians confirma detalhes do treino aberto à torcida na Arena

Organizadas unidas impulsionam Corinthians na decisão no Mineirão

Corinthians fecha patrocínio pontual para final da Copa do Brasil

Corinthians deve ter Danilo e Sheik titulares contra o Santos

Conhecido pela fama de decisivo e pé quente, o camisa 20 está otimista em conquistar o único título que lhe resta vencer com a camisa do Corinthians. Multicampeão e conhecedor da força da equipe alvinegra diante de sua torcida, Danilo é mais um dos que aposta na partida em Itaquera para reverter o resultado de Belo Horizonte.

?A gente sabe que do mesmo jeito que eles ganharam, a gente pode ganhar em casa. Em casa somos muito fortes, temos de ter cautela para não tomarmos gol e procurar fazer o nosso. Fazendo um gol, o jogo muda totalmente?, avisou.

Gazeta Esportiva

TAGS