Único remanescente, Ralf relembra vitória de 2011 em volta ao CearáSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO 

PUBLICIDADE
Esportes


Único remanescente, Ralf relembra vitória de 2011 em volta ao Ceará

Titular naquela ocasião, ele é o único da equipe campeã nacional de 2011 que estará em campo

07:45 | 05/09/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

O Corinthians tem pela frente a missão de se recuperar no Campeonato Brasileiro e tentar findar a má fase na competição, com apenas uma vitórias nas últimas seis partidas do torneio. Na parte histórica, porém, a lembrança em que enfrentou o Ceará, mesmo rival desta noite, em Fortaleza, sete anos atrás, é doce principalmente para o volante Ralf. Titular naquela ocasião, ele é o único da equipe campeã nacional de 2011 que estará em campo desde o começo no Castelão.

“Faz tempo que a gente não vem para Fortaleza. Em 2011 conseguimos um bom jogo e conseguimos uma boa vitória”, relembrou o agora camisa 15, que ostentava a 5 naquela época e foi o autor do passe que resultou no gol de Cachito Ramírez, o único do peruano na campanha do pentacampeonato.

Com a vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, na 35ª rodada daquela edição, obtida pelos pés de um improvável herói e já nos momentos finais do duelo, o clube retomou a liderança do torneio, abrindo uma distância de dois pontos em relação ao vice-campeão Vasco da Gama que perdurou até o encerramento da competição.

“Tinha o Ramirez, o Adriano, então foi um jogo que a gente deu um arrancada para ganhar o título e a gente tinha um elenco muito bom, como o de hoje”, comentou  Ralf, elogioso ao elenco atual apesar da diferença clara entre as campanhas daquela temporada, sob o comando de Tite, e da atual, sob a batuda de Osmar Loss.

Além dele, seguem no clube o meia Danilo, que está relacionado para o embate e ficará no banco de reservas, e o atacante Emerson Sheik, que ficou em São Paulo para tratar de um incômodo no joelho direito, causado por uma pancada em um treinamento.

“Claro que quando as vitórias não vem, fica difícil e você vai ficando para trás e os concorrentes vão passando. A gente confia no foco. A gente saiu da Libertadores e tem que dar ênfase no Brasileiro e voltar a ganhar”, concluiu o experiente meio-campista.


Gazeta Esportiva

TAGS