Loss aceita vaias e diz que optou por ?solidez? ao manter Ralf e GabrielSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Loss aceita vaias e diz que optou por ?solidez? ao manter Ralf e Gabriel

O técnico Osmar Loss recebeu vaias de praticamente todo o estádio quando anunciou que Romero seria substituído para a entrada de Mateus Vital, enquanto Ralf e Gabriel, dois primeiros volantes escalados para dar mais segurança à equipe, jogaram os 90 minutos. Ciente da impopularidade da substituição, o treinador explicou que temeu dar mais espaço ao [?]

00:30 | 02/09/2018

O técnico Osmar Loss recebeu vaias de praticamente todo o estádio quando anunciou que Romero seria substituído para a entrada de Mateus Vital, enquanto Ralf e Gabriel, dois primeiros volantes escalados para dar mais segurança à equipe, jogaram os 90 minutos. Ciente da impopularidade da substituição, o treinador explicou que temeu dar mais espaço ao Galo na tentativa de buscar a vitória na noite deste sábado, na Arena Corinthians.

?Pensamos (em tirar Ralf ou Gabriel), mas avaliamos que o adversário também estava sendo perigoso. Se a gente tirasse um deles mudaríamos uma estrutura que estava dando certo, nossa estrutura defensiva respondeu bem. Primeiro passo para vencer é não perder?, justificou Loss, que também apontou as razões por escolher a entrada dos dois cabeças-de-área dentro de casa, assim como ocorreu na derrota para o Grêmio.

?A gente sabe o quanto o Cazares flutua naquela região, uma equipe sempre começa com os cuidados defensivos. Gabriel cumpriu uma função ofensiva muito boa. Tínhamos a ideia de uma equipe bem fisicamente para pressionar o adversário. Roubamos 12 bolas no campo do Atlético-MG, acho que funcionou esse pedaço do jogo?, analisou o comandante, aceitando os apupos da Fiel.

?É uma coisa natural. De vez em quando eles pensam algumas coisas que a gente pensa, às vezes, não. O Vital entrou onde ele sempre entra e o Romero já estava um pouco desgastado para acompanhar o Emerson, eles estavam chegando bastante daquele lado?, avaliou. Para ele, reconhecendo que a queda no desempenho físico foi fundamental para a reação do adversário.

?Foi um jogo bastante truncado, as duas equipes competiram muito no meio-campo, acho que a gente teve uma oscilação na partida, o início foi muito bom, roubamos algumas bolas, mas fomos caindo. Colocamos uma equipe descansada para isso?, concluiu Loss.

O clube do Parque São Jorge, que venceu apenas um dos últimos seis jogos do Brasileiro, fica com 30 pontos conquistados, cinco atrás do próprio Galo, primeira equipe classificada para Libertadores neste momento. Na próxima rodada, os comandados de Osmar Loss, provavelmente reforçados pelos experientes poupados neste sábado, terão pela frente a equipe do Ceará. O duelo está marcado para as 20h (de Brasília) da quarta-feira, em Fortaleza.

Gazeta Esportiva

TAGS