Avelar assegura que tem potencial para render mais pelo CorinthiansSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Avelar assegura que tem potencial para render mais pelo Corinthians

Com 11 jogos acumulados desde o seu retorno ao futebol brasileiro, o lateral esquerdo Danilo Avelar ainda não conseguiu cativar parte da torcida do Corinthians. O jogador emprestado pelo italiano Torino, contudo, sente-se totalmente capaz de transformar críticas em elogios com o tempo. ?Sei que posso dar mais. Tenho certeza de que posso melhorar. Sei [?]

08:45 | 22/08/2018

Com 11 jogos acumulados desde o seu retorno ao futebol brasileiro, o lateral esquerdo Danilo Avelar ainda não conseguiu cativar parte da torcida do Corinthians. O jogador emprestado pelo italiano Torino, contudo, sente-se totalmente capaz de transformar críticas em elogios com o tempo.

?Sei que posso dar mais. Tenho certeza de que posso melhorar. Sei o que posso agregar com a experiência que trouxe da Europa?, comentou Avelar, que também é prejudicado pela má fase coletiva do Corinthians. ?É um momento difícil para dar mais, para explorar o potencial. Quando um time inteiro faz um bom jogo, você consequentemente melhora. Mas acredito que tenho muito mais a oferecer?, repetiu.

Revelado no futebol paranaense e projetado pelo Rio Claro, Danilo Avelar construiu toda a sua carreira na Europa. O lateral esquerdo passou por Karpaty Lviv na Ucrânia, Schalke 04 na Alemanha, Cagliari e Torino na Itália e Amiens na França. Aos 29 anos, chegou ao Corinthians, seu clube do coração, e tenta suprir as saídas de Guilherme Arana em 2017 e Sidcley em 2018.

?Não estava nos meus planos chegar e já jogar. Esperava passar por uma adaptação. Mas, com a saída do Sidcley, tive que jogar. Não é desculpa. Nos primeiros jogos, demonstrei algo legal, mas, depois, senti um pouco de cansaço por causa da sequência. Isso já melhorou?, analisou Avelar.

Depois de tanto tempo no exterior, o lateral esquerdo está em processo de ambientação ao futebol nacional. ?Confesso que, quando assistia aos jogos do Brasil pela televisão, parecia algo bem desorganizado. Ainda mais porque, na Itália e na França, a cobrança tática é extrema. Mas, dentro de campo, tive uma impressão diferente. Aqui, por outro lado, há muito mais intensidade e o improviso brasileiro traz uma dificuldade a mais para a marcação. Na Europa, sei que o cara vai seguir a sua função tática?, disse Danilo Avelar, atento para evoluir. ?São pequenos detalhes que fazem diferença.?

Gazeta Esportiva

TAGS