PUBLICIDADE
Esportes

Loss valoriza resultado e minimiza sofrimento imposto pelo Botafogo

Os antecessores do técnico Osmar Loss no Corinthians costumavam dizer que priorizavam um bom desempenho a uma vitória. Com apenas um triunfo em uma partida oficial, contudo, ele não pensava em nada além do resultado positivo no retorno do Campeonato Brasileiro após a realização da Copa do Mundo da Rússia. E alcançou o que buscava: [?]

01:15 | 19/07/2018

Os antecessores do técnico Osmar Loss no Corinthians costumavam dizer que priorizavam um bom desempenho a uma vitória. Com apenas um triunfo em uma partida oficial, contudo, ele não pensava em nada além do resultado positivo no retorno do Campeonato Brasileiro após a realização da Copa do Mundo da Rússia. E alcançou o que buscava: 2 a 0 sobre o Botafogo na noite desta quarta-feira, em Itaquera.

?É sempre melhor ter o resultado. É óbvio que um bom rendimento te aproxima do resultado, mas, se tiver que escolher, quero sempre o resultado?, avisou Loss, assim que se posicionou para conceder entrevista coletiva, depois da partida.

O Corinthians não chegou a jogar mal contra o Botafogo, mas também não encantou. Ficou em vantagem no placar logo no início da partida, com um golaço do meia Rodriguinho. Depois, sofreu bastante defensivamente, com o goleiro Cássio fazendo defesas impressionantes, mas ampliou por meio do atacante Romero no final.

?No primeiro tempo, controlamos o jogo e até tivemos momentos para fazer o segundo gol. No segundo, era normal que o Botafogo se lançasse um pouco mais?, minimizou Loss. ?Talvez um dos fatores para isso ter acontecido tenha sido o aspecto físico. Era o nosso primeiro jogo oficial. Com exceção do Pedro Henrique e do Henrique, ninguém jogou 90 minutos nos amistosos que fizemos?, justificou.

Os zagueiros Pedro Henrique e Henrique, contudo, também demonstraram deficiências, principalmente no jogo aéreo ? problema crônico do Corinthians. ?Mas o Botafogo cruza de todos os lugares, e o Kieza ataca bem a bola, à frente da defesa. Não revi os lances para saber se houve tanta liberdade assim. Além disso, muitas bolas foram desviadas. Não eram cabeceios diretos?, defendeu Loss.

Ainda assim, o treinador que prima pelas resultados reconheceu que o Corinthians precisa ter um melhor rendimento em seus próximos compromissos. ?Concordo que a bola aérea tenha sido uma preocupação no jogo e que precisamos melhorar nesse quesito. E vamos melhorar?, prometeu Osmar Loss, aproveitando para valorizar o empenho dos seus atletas e a melhora tática possibilitada pelo recesso do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva

TAGS