PUBLICIDADE
Esportes

Loss reconhece começo difícil, mas vê time em evolução

O técnico Osmar Loss vem de uma dolorosa derrota por 3 a 1 para o São Paulo, no estádio do Morumbi, mas acredita que o Corinthians hoje está em um melhor momento do que antes da parada para a Copa do Mundo. Mesmo reconhecendo que não esperava um início tão ruim de trabalho, com apenas [?]

15:45 | 24/07/2018

O técnico Osmar Loss vem de uma dolorosa derrota por 3 a 1 para o São Paulo, no estádio do Morumbi, mas acredita que o Corinthians hoje está em um melhor momento do que antes da parada para a Copa do Mundo. Mesmo reconhecendo que não esperava um início tão ruim de trabalho, com apenas duas vitórias em nove jogos oficiais, o comandante mostrou confiança no trabalho realizado.

?É um começo muito mais difícil do que a gente projetava, um começo que as dificuldades de troca de jogadores, dificuldades de necessidade de início foram até muito maiores do que foi hoje, por mais que depois da Copa tenhamos perdido. Mas foi muito pior antes porque estávamos sem dez jogadores em alguns dos jogos?, relembrou Loss, em entrevista ao ?Sportv?, tentando entender as críticas da torcida.

?Fizemos a maioridade deles com menos seis jogadores do elenco, então foi muito mais complicado. Talvez, esse momento de insatisfação é decorrente ainda desse período pré-Copa do Mundo?, continuou, lembrando dos atletas lesionados (Ralf, Renê Júnior, Jadson e Clayson) e dos convocados para a Copa do Mundo (Cássio e Fagnet).

Depois da volta e de uma vitória aparentemente tranquilizadora frente ao Botafogo, em Itaquera, Losso viu tudo isso ruir com o revés no Majestoso e a inesperada notícia da venda de Rodriguinho, negociado com o Pyramids-EGI. Para ele, a Fiel precisa ter calma ao esperar a reposição das saídas tanto do armador quanto dos que saíram antes: Balbuena, Sidcley e Maycon.

?Nós estamos diariamente discutindo nomes, viabilidades e uma série de fatores para fortalecer o elenco, como foi sempre foi de praxe do Corinthians. A torcida do Corinthians pode ter certeza que a direção e comissão técnica estão trabalhando para o fortalecimento?, avaliou, prometendo, porém, ao menos algumas contratações.

?À medida em que você perde jogadores reconhecidos, que já deram o seu valor ao Corinthians e futebol brasileiro, há de se recolocar. E há de recolocar com habilidade?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS