Corinthians registra déficit de R$ 14,6 milhões no primeiro semestreSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Corinthians registra déficit de R$ 14,6 milhões no primeiro semestre

O Corinthians divulgou nesta terça-feira o seu balanço patrimonial referente ao primeiro semestre de 2018. De acordo com o documento, o déficit do período foi de R$ 14,639 milhões, muito em função das despesas com o clube social e esportes amadores. Se teve um superávit de R$ 3,329 milhões com as suas contas relacionadas ao [?]

17:45 | 31/07/2018

O Corinthians divulgou nesta terça-feira o seu balanço patrimonial referente ao primeiro semestre de 2018. De acordo com o documento, o déficit do período foi de R$ 14,639 milhões, muito em função das despesas com o clube social e esportes amadores.

Se teve um superávit de R$ 3,329 milhões com as suas contas relacionadas ao futebol, o Corinthians apresentou déficit R$ 17,968 milhões com o clube social e os esportes amadores.

Ainda em relação ao futebol, chama a atenção a quantia expressiva obtida pelo Corinthians com negociações de jogadores ? R$ 68,128 milhões, e ainda não estão na conta as transações do zagueiro Balbuena e do meia Rodriguinho, por exemplo. De acordo com o presidente Andrés Sanchez, contudo, o clube não precisa se desfazer de atletas para ter saúde financeira.

?Não estávamos vendendo para fazer caixa. Tomara Deus que a gente não venda mais ninguém, até porque não está nada desesperador. Tanto é que compramos o Douglas por R$ 5 milhões e pouco com dinheiro do Corinthians e vamos trazer mais jogadores?, argumentou Andrés, na semana passada, antes de o clube anunciar as contratações do atacante paraguaio Sergio Díaz e do meia chileno Ángelo Araos.

Na mesma ocasião, o gerente financeiro Roberto Gavioli também demonstrou tranquilidade com a situação. ?Temos algumas evoluções desde o primeiro semestre. Ainda não conseguimos reduzir alguns passivos, mas 50% são dívidas refinanciadas, com pagamentos para cerca de 20 anos, então é algo bem controlado. Estamos renegociando contratos e conversando com credores para manter tudo em dia. A projeção para o final do ano é positiva, com um segundo semestre melhor?, disse.

Gazeta Esportiva

TAGS