Araos se diz mais um louco do bando e tem Romero como ídoloSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Araos se diz mais um louco do bando e tem Romero como ídolo

Ángelo Araos estava bem ensaiado para a sua primeira entrevista coletiva como jogador do Corinthians. Nesta terça-feira, o meia chileno de 21 anos, vindo da Universidad de Chile, superou a timidez e as dificuldades com o português para fazer média com a torcida do seu novo clube. ?Não sei se vou me concentrar com o [?]

18:30 | 31/07/2018

Ángelo Araos estava bem ensaiado para a sua primeira entrevista coletiva como jogador do Corinthians. Nesta terça-feira, o meia chileno de 21 anos, vindo da Universidad de Chile, superou a timidez e as dificuldades com o português para fazer média com a torcida do seu novo clube.

?Não sei se vou me concentrar com o grupo, mas tenho vontade de jogar, sim?, disse Araos, que está inscrito na Copa do Brasil e apto a estrear contra a Chapecoense, nesta quarta-feira, em Itaquera. ?Quero demonstrar a todos o que sou, dar o meu melhor. Sou um louco a mais desse bando?, bradou.

Araos também já sabe quem é o líder do bando atualmente. Quando lhe perguntaram qual jogador tinha como ídolo, o chileno não titubeou e citou o nome do atacante paraguaio que marcou cinco gols nos últimos dois jogos do Corinthians. ?O Romero, um bom jogador?, disse, sorrindo.

Não foram todas as perguntas, contudo, que Araos compreendeu com tanta facilidade. O reforço corintiano pediu tradução do português para o espanhol em alguns momentos e lembrou que ainda precisará de adaptação não só com o idioma.

?Não sei falar direito o português, mas consigo entender. Dentro de campo, a comunicação é mais fácil. A mudança do Chile para o Brasil é muito dura, mas um passo que eu queria dar. A minha mulher e a minha filha estão ao meu lado neste momento?, comentou.

Araos chegou ao Corinthians por mais de US$ 4 milhões (R$ 15 milhões), com a totalidade dos seus direitos econômicos adquiridos. Ele foi cedido por empréstimo de um ano pela Universidad de Chile, já que a compra foi parcelada, e assinará um contrato válido até meados de 2023 após esse período.

Gazeta Esportiva

TAGS