PUBLICIDADE
Esportes

Dutra celebra dois gols e vê ?noite especial? na Venezuela

Dentre os muitos feitos do Corinthians na noite da quinta-feira, quando goleou o Deportivo Lara por 7 a 2 na cidade de Cabudare, na Venezuela, um dos que quase passou despercebido foi o do atacante Júnior Dutra. Com apenas dez minutos em campo, o atacante conseguiu produzir dois gols, um deles em esforço praticamente solitário, [?]

17:15 | 18/05/2018

Dentre os muitos feitos do Corinthians na noite da quinta-feira, quando goleou o Deportivo Lara por 7 a 2 na cidade de Cabudare, na Venezuela, um dos que quase passou despercebido foi o do atacante Júnior Dutra. Com apenas dez minutos em campo, o atacante conseguiu produzir dois gols, um deles em esforço praticamente solitário, e voltou a marcar pelo Alvinegro após quase quatro meses se balançar as redes.

Vindo do banco, aos 42 minutos do segundo tempo, Dutra conseguiu o primeiro tento aos 55 minutos, acréscimo ajudado pela enorme pausa provocada por objetos atirados no campo pela torcida local. Ele roubou a bola no meio-campo, driblou um marcador e, após correr quase 60m, finalizou por baixo do goleiro. Na sequência, aproveitou bom lance de Romero pela esquerda e, no rebote do goleiro, chutou para o gol vazio.

?Foi um grande resultado, uma noite especial. Sempre que eu entro em campo, procuro fazer o meu melhor e, felizmente, dessa vez consegui ajudar a equipe com dois gols. Foram meus primeiros gols pela Libertadores e espero que venham mais, sei que tenho condições de ajudar o time?, destacou o jogador, que soma 19 partidas pelo clube paulista e três gols marcados.

No domingo), o Corinthians volta a campo, dessa vez pela Série A do Brasileirão. O Timão encara em Pernambuco, às 16h, o Sport e, quem pode aparecer entre os titulares, é o motivado Júnior Dutra. ?Jogar no Corinthians já é uma grande motivação, mas é claro que esses dois gols na Libertadores me dão ainda mais ânimo. Fiquei muito feliz pela oportunidade de ontem e, se eu jogar no final de semana, vou fazer o meu melhor, como sempre fiz?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS