PUBLICIDADE
Esportes

Carille conversa com Sheik após expulsão: ?Está tudo resolvido?

Assim como já havia feito logo após a derrota por 2 a 1 para o Independiente, o técnico Fábio Carille evitou alimentar polêmica com o atacante Emerson Sheik. O veterano prejudicou o Corinthians ao ser expulso pouco depois de substituir o meia Jadson na partida de quarta-feira à noite, em Itaquera. ?Já vi o lance, [?]

15:15 | 04/05/2018

Assim como já havia feito logo após a derrota por 2 a 1 para o Independiente, o técnico Fábio Carille evitou alimentar polêmica com o atacante Emerson Sheik. O veterano prejudicou o Corinthians ao ser expulso pouco depois de substituir o meia Jadson na partida de quarta-feira à noite, em Itaquera.

?Já vi o lance, e está tudo resolvido. Ele errou, e nós conversamos e resolvemos tudo?, disse Carille, sem querer se alongar, nesta sexta-feira.

Dois dias antes, o técnico justificou que não poderia fazer um julgamento a respeito da expulsão de Emerson porque ainda precisava analisar o ocorrido. O atacante, no entanto, antecipou-se a Carille e publicou uma retratação em uma rede social.

De volta ao Corinthians justamente para oferecer equilíbrio emocional ao elenco em jogos importantes como os da Copa Libertadores da América, o herói do título continental de 2012 estará à disposição da equipe na manhã de domingo. Emerson foi relacionado para o jogo contra o Ceará, em Itaquera, do qual muitos dos seus companheiros serão poupados.

?Ele está convocado, na relação?, confirmou Carille, minimizando o fato de o jogador não ter participado de atividades no gramado do CT Joaquim Grava. ?É um atleta de 39 para 40 anos, com o qual precisamos ter certos cuidados, como acontece com o Danilo?, explicou.

Fora dos gramados, Emerson Sheik também acabou envolvido em um problema nesta semana. De acordo com o jornal O Globo, o atacante foi citado em uma delação do doleiro Cláudio Barboza, o Tony, para a Operação ?Câmbio, desligo?. O delator alega que o corintiano vendeu US$ 500 mil (R$ 1,77 milhão na cotação atual) a partir de uma conta bancária asiática para receber o montante em reais no Brasil.

?Isso é algo muito pessoal. Não falo sobre coisas pessoais com ele nem com qualquer outro. Pode atrapalhar ainda mais a minha cabeça. Se é verdade ou mentira, não somos nós que devemos julgar?, esquivou-se Fábio Carille.

Gazeta Esportiva

TAGS