PUBLICIDADE
Esportes

Rodriguinho não teme volta do 9: ?Também fiz gols quando tinha o Jô?

O meia Rodriguinho é, inegavelmente, o maior destaque dos primeiros meses da temporada no Corinthians, atuando quase como um atacante num esquema que, teoricamente, não conta com um deles. De olho na chegada do centroavante Roger, porém, ele assegura que isso não mudará sua boa fase. ?Claro que eu recuo um pouco, mas não muda [?]

16:15 | 23/04/2018

O meia Rodriguinho é, inegavelmente, o maior destaque dos primeiros meses da temporada no Corinthians, atuando quase como um atacante num esquema que, teoricamente, não conta com um deles. De olho na chegada do centroavante Roger, porém, ele assegura que isso não mudará sua boa fase.

?Claro que eu recuo um pouco, mas não muda o meu jeito de jogar. Ano passado tinha o Jô e eu também fiz gols?, disse o jogador, em entrevista ao canal Sportv. ?Não sou jogador para as pontas, prefiro jogar no meio, chegando à área, com ou sem centroavante, perto ou não do centroavante?, continuou Rodriguinho.

Ao todo, o jogador já balançou a rede dos adversários em nove oportunidades, contando os duelos pela Copa Flórida, além de já ter distribuído quatro assistências. Recentemente, ele balançou a rede quatro vezes nas últimas quatro vezes em que o Alvinegro entrou em campo.

Toda essa performance se dá na reta final da busca por uma vaga na Copa do Mundo, objetivo declarado do atleta. Com mais seis jogos até o anúncio da convocação pelo técnico Tite, no dia 14 de maio, Rodriguinho tem chances reais de conseguir uma vaga entre os meio-campistas da Seleção Brasileira.

?Óbvio que tenho esperanças. É um sonho de criança. Mas eu não que fato de eu conhecer o Tite faça com que eu leve vantagem em relação a outros jogadores?, concluiu o atleta, que será observado de técnico pelo ex-comandante e sua comissão técnica nas partidas contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, e o Independiente-ARG, em Itaquera.

Gazeta Esportiva

TAGS