PUBLICIDADE
Esportes

Corinthians enfrenta carência após se desfazer de volantes

As lesões de Ralf e Renê Júnior, com cirurgias agendadas para a manhã desta sexta-feira e previsão de retorno para apenas depois da Copa do Mundo, criaram uma nova carência no elenco do Corinthians. O plantel que tinha uma profusão de volantes no início do ano passou a contar com poucas opções para o setor. [?]

08:15 | 27/04/2018

As lesões de Ralf e Renê Júnior, com cirurgias agendadas para a manhã desta sexta-feira e previsão de retorno para apenas depois da Copa do Mundo, criaram uma nova carência no elenco do Corinthians. O plantel que tinha uma profusão de volantes no início do ano passou a contar com poucas opções para o setor.

O problema não é maior porque Maycon só sacramentará a sua transferência para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, no segundo semestre. Cedendo espaço para Renê Júnior vez ou outra desde que a negociação foi encaminhada, o prata da casa virou novamente titular absoluto ao lado de Gabriel.

Na reserva, o Corinthians tem Paulo Roberto, que ainda não atuou em 2018, e o jovem Mantuan, utilizado como lateral direito desde a sua profissionalização. Em 2015, o meia Rodriguinho chegou a ser improvisado como segundo volante, mas está se destacando bastante mais próximo do gol e já não mostra tanta disposição para marcar.

A concorrência era bem maior pouco tempo atrás. Com muitos volantes, o técnico Fábio Carille avalizou os empréstimos de diversos deles ? o último a sair foi um jogador de quem o comandante gostava muito, Camacho, envolvido em troca com o Atlético-PR pelo lateral esquerdo Sidcley.

Antes, o Corinthians cedeu Marciel à Ponte Preta, Fellipe Bastos ao Sport, Jean ao Botafogo e o prata da casa Warian ao Atlético-GO. À época, Carille estava mais preocupado com a falta de jogadores para o comando do seu ataque ? problema que pretende resolver com o veterano Roger, vindo do Internacional.

Gazeta Esportiva

TAGS