PUBLICIDADE
Esportes

Com vínculo até dezembro, Jadson se diz tranquilo por renovação

O meia Jadson, autor do único gol do Corinthians na vitória sobre o Independiente, na Argentina, na noite da quarta-feira, foi o escolhido para falar com a imprensa no desembarque da delegação nesta quinta, no Aeroporto de Guarulhos. Confiante pelo tento anotado, o camisa 10 só desconversou ao ser questionado sobre uma conversa sobre renovação [?]

21:30 | 19/04/2018

O meia Jadson, autor do único gol do Corinthians na vitória sobre o Independiente, na Argentina, na noite da quarta-feira, foi o escolhido para falar com a imprensa no desembarque da delegação nesta quinta, no Aeroporto de Guarulhos. Confiante pelo tento anotado, o camisa 10 só desconversou ao ser questionado sobre uma conversa sobre renovação do seu contrato, válido até dezembro.

?Estou bem tranquilo, pensando nos jogos, em fazer meu trabalho bem feito. Isso aí é coisa para a diretoria, estou bem tranquilo?, comentou o armador de 34 anos, que viu vínculos como os de Cássio, Fagner e, mais recentemente, Balbuena serem estendidos nos últimos meses. De acordo com o jogador, não há qualquer conversa para que ele deixe o clube no final do ano.

?Meu empresário está lá na China, mas ele tem muitos jogadores, e também os contatos. Ele sempre vai para fora para ter contato com empresários, clubes, é normal. Não tem nada a ver comigo?, assegurou o atleta, mais preocupado em curtir o raro gol de cabeça, cheio de brincadeiras dele com o elenco.

?Não é muito a minha fazer gol de cabeça. A última vez que tentei, quebrei duas costelas?, brincou o atleta, que sofreu uma lesão no local no jogo contra o Avaí, no ano passado, justamente em uma jogada na qual tentou disputar pelo alto com Betão e acabou sendo atingido no tórax.

?Até brinquei com os meninos no ano passado. Nunca vou na área, quando subo para a área quebro duas costelas, não vou mais não. Mas fui criando coragem de novo e a gente acaba aproveitando os espaços que tem. Fui feliz de entrar no lugar certo na hora certa, a bola veio na cabeça?, concluiu Jadson.

Gazeta Esportiva

TAGS