PUBLICIDADE
Esportes

Henrique destaca persistência para desencantar pelo Corinthians

Atuando em uma equipe em que os zagueiros já se habituaram a contribuir com o ataque, Henrique precisou de sete jogos para anotar o seu primeiro gol a serviço do Corinthians. Foi ele quem abriu o placar na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, neste domingo, em Ribeirão Preto. Segundo o próprio Henrique, [?]

19:45 | 11/03/2018

Atuando em uma equipe em que os zagueiros já se habituaram a contribuir com o ataque, Henrique precisou de sete jogos para anotar o seu primeiro gol a serviço do Corinthians. Foi ele quem abriu o placar na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, neste domingo, em Ribeirão Preto.

Segundo o próprio Henrique, a persistência foi determinante para o seu gol. Aos quatro minutos do segundo tempo, o zagueiro fez um desarme no campo de defesa e resolveu se lançar ao ataque. Na sequência da jogada, o atacante Romero recebeu boa enfiada de bola do volante Maycon e cruzou da direita para o reforço vindo do Fluminense cabecear para dentro.

?Roubei a bola e tive o sentimento de ir para a frente para ver se saía alguma coisa?, comentou Henrique, que acreditava no gol já havia algum tempo. ?Estava batendo na trave nos últimos jogos, mas, graças a Deus, fui feliz em marcar hoje.?

O defensor também fez questão de valorizar o rendimento coletivo do Corinthians. Após um primeiro tempo monótono, sob calor intenso em Ribeirão Preto, o time melhorou no segundo e fechou o placar com um belo gol de cobertura do volante Gabriel.

?O grupo está de parabéns pelo que fez. Alguns jogadores entraram no time hoje, mas a determinação se manteve igual, mesmo com o calor. Estamos de parabéns pela vitória?, concluiu Henrique, que teve o quase xará Pedro Henrique como parceiro de zaga neste fim de semana. O paraguaio Balbuena foi um dos atletas poupados pelo técnico Fábio Carille da última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva

TAGS