PUBLICIDADE
Esportes

Cássio deixa estádio com dores, mas não deve ser problema para o Paulista

O goleiro Cássio saiu do estádio de Itaquera reclamando de dores na região do quadril que quase o impediram de terminar a partida contra o Deportivo Lara-VEN, na noite desta quarta-feira, que valeu ao Corinthians a liderança do Grupo 7 da Copa Libertadores da América. Aparentemente tranquilo com o problema físico, o arqueiro avaliou positivamente [?]

01:30 | 15/03/2018

O goleiro Cássio saiu do estádio de Itaquera reclamando de dores na região do quadril que quase o impediram de terminar a partida contra o Deportivo Lara-VEN, na noite desta quarta-feira, que valeu ao Corinthians a liderança do Grupo 7 da Copa Libertadores da América. Aparentemente tranquilo com o problema físico, o arqueiro avaliou positivamente a participação da equipe no triunfo e explicou como vai lidar com a parte física nos próximos dias.

?Acabei me chocando com um jogador deles na hora em que saí do gol, bati meio de lado, não sei exatamente onde, no quadril, mais ou menos no osso. Ficou bem dolorido para alguns movimentos, como bater tiro de meta, mas deu para ir até o final?, comentou o camisa 12, reconhecendo que só não saiu para não colocar o reserva Caíque França em uma situação desconfortável contra o venezuelanos.

?Eu estou com um pouco de dor ainda, preciso fazer gelo. De repente podia ter saído, mas é difícil também, colocar o Caíque no meio de um jogo. Já fiz o tratamento, vou ser reavaliado amanhã (quinta), mas acho que foi só a pancada mesmo, não deve ser problema para os próximos jogos?, avaliou o arqueiro.

Ausente em apenas um dos jogos do Alvinegro em Libertadores desde que tornou-se titular da equipe, um dia antes das oitavas de final da edição de 2012, Cássio explicou por que considerou tão importante os três pontos conquistados frente ao Lara, a princípio o nome menos amedrontador do grupo.

?Com certeza estrear com vitória é importante. Uma equipe que surpreendeu, foi lá e ganhou de uma equipe muito forte, maior campeã da Libertadores. De repente não foi a melhor partida da nossa equipe, mas a gente conseguiu controlar bem a equipe adversária, não sofremos. Mesmo com a pressão de jogar em casa o time se mostrou organizado e a vitória foi merecida?, analisou Cássio, de olho na sequência do torneio.

?Nosso primeiro passo é classificar para a próxima fase, temos um jogo muito difícil na próxima rodada, lá na Argentina, era super importante a gente conseguir essa vitória dentro de casa?, concluiu o goleiro, que terá pela frente as quartas de final do Paulista, contra o Bragantino, no domingo, no Pacaembu, e na próxima quinta-feira, dia 22, em Itaquera.

 

Gazeta Esportiva

TAGS