PUBLICIDADE
Esportes

Roberto de Andrade vê Carille como seu maior acerto e torce por Andrés

Roberto de Andrade concedeu sua última entrevista coletiva como presidente do Corinthians nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, e não escondeu a emoção da despedida. Com os olhos marejados, o dirigente não fugiu de qualquer pergunta e foi bastante enfático em relação a alguns assuntos, como a efetivação do técnico Fábio Carille, o ?maior acerto? [?]

12:30 | 02/02/2018

Roberto de Andrade concedeu sua última entrevista coletiva como presidente do Corinthians nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, e não escondeu a emoção da despedida. Com os olhos marejados, o dirigente não fugiu de qualquer pergunta e foi bastante enfático em relação a alguns assuntos, como a efetivação do técnico Fábio Carille, o ?maior acerto? da sua gestão, e o apoio a Andrés Sanchez, líder do seu grupo político e favorito para vencer as eleições, que acontecem neste sábado.

Antes de assumir a presidência, Roberto de Andrade também atuou durante três anos como diretor de futebol do Corinthians. E foi justamente por conta de sua antiga função no clube do Parque São Jorge que o técnico atual campeão brasileiro acabou recebendo a grande oportunidade de sua vida.

?Se eu não tivesse passado pelo futebol, não teria a oportunidade de conhecer o Carille. Talvez minha decisão não tivesse sido a de efetivá-lo. Agora, pelo fato de ter acompanhado ele nos três anos que fiquei como diretor de futebol, somado aos de presidente, fiz uma análise bem melhor. Ele tem um trânsito no elenco formidável, então isso já é meio caminho andado. O sucesso total é o resultado das competições e, graças a Deus, eles vieram. Consagramos mais um técnico para o Brasil e para o mundo. Isso é um motivo de muito orgulho para todos nós?, afirmou Roberto de Andrade, sem esquecer que foi o Corinthians quem deu a projeção para Tite chegar à Seleção Brasileira.

Às vésperas das eleições presidenciais, Roberto de Andrade também não escondeu sua torcida por Andrés Sanchez, líder de seu grupo político. O atual mandatário do Timão, inclusive, se mostrou bastante confiante em relação à vitória de seu companheiro e pediu para que os sócios do clube colaborem para que não haja novas polêmicas envolvendo a corrida eleitoral alvinegra.

?Primeiro espero que a eleição transcorra na maior normalidade do mundo, que todas as pessoas que irão ao Parque São Jorge vão dispostas a votarem, não fazer confusão. Sabemos da maturidade dos sócios. Se todos pensarem no Corinthians, isso vai acontecer. Espero que o Andrés vença, que é do meu grupo político. Então, ele tem o meu apoio. Pelas informações que eu tenho, ele está liderando as pesquisas com boa vantagem. Provavelmente o Andrés será presidente do Corinthians?, prosseguiu.

Embora sejam do mesmo grupo político, Roberto de Andrade sabe que Andrés Sanchez poderá fazer algumas mudanças em relação ao atual corpo diretivo do clube. Nem mesmo o fato de o Corinthians ter vencido grandes títulos nos últimos anos garante nomes como Alessandro, atual gerente de futebol do Corinthians, no cargo. Apesar disso, o atual presidente torce para que seu ?braço direito? siga fazendo seu trabalho no Timão.

?A gente não pode tratar nada como absurdo, porque o presidente tem o direito de escolher sua equipe de trabalho. Isso é uma coisa normal. Se você perguntar para o Alessandro, ele vai responder a mesma coisa que eu. Cansamos de ver isso em outros clubes. ?Ah, mas o Corinthians está ganhando, normalmente não se mexe?. Concordo com você, mas vamos esperar. Espero que o novo presidente não mexa nada no futebol, porque já provamos para todos que temos o melhor time de trabalho do Brasil?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS
Roberto de Andrade vê Carille como seu maior acerto e torce por AndrésSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Roberto de Andrade vê Carille como seu maior acerto e torce por Andrés

Roberto de Andrade concedeu sua última entrevista coletiva como presidente do Corinthians nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, e não escondeu a emoção da despedida. Com os olhos marejados, o dirigente não fugiu de qualquer pergunta e foi bastante enfático em relação a alguns assuntos, como a efetivação do técnico Fábio Carille, o ?maior acerto? [?]

12:30 | 02/02/2018

Roberto de Andrade concedeu sua última entrevista coletiva como presidente do Corinthians nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, e não escondeu a emoção da despedida. Com os olhos marejados, o dirigente não fugiu de qualquer pergunta e foi bastante enfático em relação a alguns assuntos, como a efetivação do técnico Fábio Carille, o ?maior acerto? da sua gestão, e o apoio a Andrés Sanchez, líder do seu grupo político e favorito para vencer as eleições, que acontecem neste sábado.

Antes de assumir a presidência, Roberto de Andrade também atuou durante três anos como diretor de futebol do Corinthians. E foi justamente por conta de sua antiga função no clube do Parque São Jorge que o técnico atual campeão brasileiro acabou recebendo a grande oportunidade de sua vida.

?Se eu não tivesse passado pelo futebol, não teria a oportunidade de conhecer o Carille. Talvez minha decisão não tivesse sido a de efetivá-lo. Agora, pelo fato de ter acompanhado ele nos três anos que fiquei como diretor de futebol, somado aos de presidente, fiz uma análise bem melhor. Ele tem um trânsito no elenco formidável, então isso já é meio caminho andado. O sucesso total é o resultado das competições e, graças a Deus, eles vieram. Consagramos mais um técnico para o Brasil e para o mundo. Isso é um motivo de muito orgulho para todos nós?, afirmou Roberto de Andrade, sem esquecer que foi o Corinthians quem deu a projeção para Tite chegar à Seleção Brasileira.

Às vésperas das eleições presidenciais, Roberto de Andrade também não escondeu sua torcida por Andrés Sanchez, líder de seu grupo político. O atual mandatário do Timão, inclusive, se mostrou bastante confiante em relação à vitória de seu companheiro e pediu para que os sócios do clube colaborem para que não haja novas polêmicas envolvendo a corrida eleitoral alvinegra.

?Primeiro espero que a eleição transcorra na maior normalidade do mundo, que todas as pessoas que irão ao Parque São Jorge vão dispostas a votarem, não fazer confusão. Sabemos da maturidade dos sócios. Se todos pensarem no Corinthians, isso vai acontecer. Espero que o Andrés vença, que é do meu grupo político. Então, ele tem o meu apoio. Pelas informações que eu tenho, ele está liderando as pesquisas com boa vantagem. Provavelmente o Andrés será presidente do Corinthians?, prosseguiu.

Embora sejam do mesmo grupo político, Roberto de Andrade sabe que Andrés Sanchez poderá fazer algumas mudanças em relação ao atual corpo diretivo do clube. Nem mesmo o fato de o Corinthians ter vencido grandes títulos nos últimos anos garante nomes como Alessandro, atual gerente de futebol do Corinthians, no cargo. Apesar disso, o atual presidente torce para que seu ?braço direito? siga fazendo seu trabalho no Timão.

?A gente não pode tratar nada como absurdo, porque o presidente tem o direito de escolher sua equipe de trabalho. Isso é uma coisa normal. Se você perguntar para o Alessandro, ele vai responder a mesma coisa que eu. Cansamos de ver isso em outros clubes. ?Ah, mas o Corinthians está ganhando, normalmente não se mexe?. Concordo com você, mas vamos esperar. Espero que o novo presidente não mexa nada no futebol, porque já provamos para todos que temos o melhor time de trabalho do Brasil?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS