PUBLICIDADE
Esportes

Carille reconhece mudança tática como chave para vitória no Derby

O técnico Fábio Carille deixou a modéstia de lado para garantir que sua atuação no clássico deste sábado contra o Palmeiras foi elementar para o Corinthians sair de campo com o triunfo por 2 a 0. Indo a campo com um esquema tático diferente do usado neste início de temporada e também no ano passado, [?]

21:45 | 24/02/2018

O técnico Fábio Carille deixou a modéstia de lado para garantir que sua atuação no clássico deste sábado contra o Palmeiras foi elementar para o Corinthians sair de campo com o triunfo por 2 a 0. Indo a campo com um esquema tático diferente do usado neste início de temporada e também no ano passado, sua equipe não demonstrou muitas dificuldades de adaptação e foi mais uma vez cirúrgica para se impor diante do arquirrival.

Ao contrário do que vinha fazendo nos últimos compromissos, Fábio Carille preferiu abrir mão de um jogador de referência na área, função que foi alternada entre Kazim e Júnior Dutra em 2018. No Derby, o treinador campeão brasileiro optou por jogar com uma linha de quatro no ataque, com Romero e Clayson pelas pontas, enquanto Rodriguinho e Jadson, mais centralizados, atuaram mais perto do gol adversário.

?Eu já estou passando essa situação de muitas vezes jogar no 4-2-4. Já tinha passado em conversas, em treinos? às vezes dou uma mascarada para já ir colocando na cabeça deles [jogadores]. A relação de confiança em relação ao trabalho da comissão se fortalece. O que a gente determinar com trabalho, a gente sabe que eles vão cumprir?, afirmou Carille na coletiva logo após o Derby.

Sem esconder a grande satisfação com o desempenho de seus comandados, o treinador corintiano garante que a variação de esquema tático realizada no clássico pode voltar a campo futuramente. Mesmo com a grande responsabilidade de guiar o Timão na Libertadores, Carille preferiu não lamentar a falta de reforços de peso e mostrar mais uma vez que as ideias de um bom técnico de futebol interferem diretamente no jogo.

?Fortalece, é uma nova ideia que a gente começa trazendo para dentro de campo além do 4-2-3-1. O bom é que estou tendo peças para variar e fazer um excelente ano, não só no Paulista e Libertadores, mas também nos outros campeonatos que a gente tiver pela frente?, completou.

Gazeta Esportiva

TAGS