PUBLICIDADE
Esportes

Destaque, Caíque celebra primeiro pênalti defendido como profissional

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que [?]

00:45 | 11/01/2018

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que terminou empatada por 1 a 1, e ainda defendeu a cobrança de Lammers (o mesmo jogador que o vazou nos acréscimos) na disputa por pênaltis vencida por sua equipe, por 5 a 4.

?Estou trabalhando no dia a dia, procurando o meu espaço. Sempre que tenho a oportunidade, procuro mostrar o meu trabalho. Foi o primeiro pênalti que peguei como profissional, um momento muito especial para mim?, comemorou Caíque, agora com oito jogos no currículo, sendo sete vitórias e um empate.

Mesmo com a grande atuação, Caíque sabe que provavelmente não terá muitas oportunidades para jogar ao longo da temporada. Afinal, está atrás de Cássio e Walter na preferência da comissão técnica corintiana. ?Os dois estão aí, mas procuro fazer o meu trabalho quieto, agarrando as chances que pintam?, disse.

Foi o que o novato fez diante do PSV. Caíque contou que chegou a estudar vídeos de potenciais cobradores de pênalti do time holandês, mas, àquela altura da partida, os titulares analisados por ele já haviam sido substituídos. ?Fui mais na intuição?, afirmou o goleiro, que também se destacou com a bola rolando. O brasileiro Mauro Júnior e Malen pararam em defesas providenciais do terceiro goleiro corintiano.

Gazeta Esportiva

TAGS
Destaque, Caíque celebra primeiro pênalti defendido como profissionalSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes

Destaque, Caíque celebra primeiro pênalti defendido como profissional

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que [?]

00:45 | 11/01/2018

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que terminou empatada por 1 a 1, e ainda defendeu a cobrança de Lammers (o mesmo jogador que o vazou nos acréscimos) na disputa por pênaltis vencida por sua equipe, por 5 a 4.

?Estou trabalhando no dia a dia, procurando o meu espaço. Sempre que tenho a oportunidade, procuro mostrar o meu trabalho. Foi o primeiro pênalti que peguei como profissional, um momento muito especial para mim?, comemorou Caíque, agora com oito jogos no currículo, sendo sete vitórias e um empate.

Mesmo com a grande atuação, Caíque sabe que provavelmente não terá muitas oportunidades para jogar ao longo da temporada. Afinal, está atrás de Cássio e Walter na preferência da comissão técnica corintiana. ?Os dois estão aí, mas procuro fazer o meu trabalho quieto, agarrando as chances que pintam?, disse.

Foi o que o novato fez diante do PSV. Caíque contou que chegou a estudar vídeos de potenciais cobradores de pênalti do time holandês, mas, àquela altura da partida, os titulares analisados por ele já haviam sido substituídos. ?Fui mais na intuição?, afirmou o goleiro, que também se destacou com a bola rolando. O brasileiro Mauro Júnior e Malen pararam em defesas providenciais do terceiro goleiro corintiano.

Gazeta Esportiva

TAGS
Destaque, Caíque celebra primeiro pênalti defendido como profissionalSport Club Corinthians Paulista | Times | Esportes O POVO

O POVO Online

PUBLICIDADE
Esportes

Destaque, Caíque celebra primeiro pênalti defendido como profissional

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que [?]

00:45 | 11/01/2018

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que terminou empatada por 1 a 1, e ainda defendeu a cobrança de Lammers (o mesmo jogador que o vazou nos acréscimos) na disputa por pênaltis vencida por sua equipe, por 5 a 4.

?Estou trabalhando no dia a dia, procurando o meu espaço. Sempre que tenho a oportunidade, procuro mostrar o meu trabalho. Foi o primeiro pênalti que peguei como profissional, um momento muito especial para mim?, comemorou Caíque, agora com oito jogos no currículo, sendo sete vitórias e um empate.

Mesmo com a grande atuação, Caíque sabe que provavelmente não terá muitas oportunidades para jogar ao longo da temporada. Afinal, está atrás de Cássio e Walter na preferência da comissão técnica corintiana. ?Os dois estão aí, mas procuro fazer o meu trabalho quieto, agarrando as chances que pintam?, disse.

Foi o que o novato fez diante do PSV. Caíque contou que chegou a estudar vídeos de potenciais cobradores de pênalti do time holandês, mas, àquela altura da partida, os titulares analisados por ele já haviam sido substituídos. ?Fui mais na intuição?, afirmou o goleiro, que também se destacou com a bola rolando. O brasileiro Mauro Júnior e Malen pararam em defesas providenciais do terceiro goleiro corintiano.

Gazeta Esportiva

TAGS
PUBLICIDADE
Esportes

Destaque, Caíque celebra primeiro pênalti defendido como profissional

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que [?]

00:45 | 11/01/2018

Um dos 11 reservas em quem o técnico Fábio Carille apostou no segundo tempo da primeira partida do Corinthians em 2018, o goleiro Caíque França deixou o gramado do Orlando City Stadium como destaque na noite desta quarta-feira. O prata da casa fez duas belas intervenções no final da partida contra o holandês PSV, que terminou empatada por 1 a 1, e ainda defendeu a cobrança de Lammers (o mesmo jogador que o vazou nos acréscimos) na disputa por pênaltis vencida por sua equipe, por 5 a 4.

?Estou trabalhando no dia a dia, procurando o meu espaço. Sempre que tenho a oportunidade, procuro mostrar o meu trabalho. Foi o primeiro pênalti que peguei como profissional, um momento muito especial para mim?, comemorou Caíque, agora com oito jogos no currículo, sendo sete vitórias e um empate.

Mesmo com a grande atuação, Caíque sabe que provavelmente não terá muitas oportunidades para jogar ao longo da temporada. Afinal, está atrás de Cássio e Walter na preferência da comissão técnica corintiana. ?Os dois estão aí, mas procuro fazer o meu trabalho quieto, agarrando as chances que pintam?, disse.

Foi o que o novato fez diante do PSV. Caíque contou que chegou a estudar vídeos de potenciais cobradores de pênalti do time holandês, mas, àquela altura da partida, os titulares analisados por ele já haviam sido substituídos. ?Fui mais na intuição?, afirmou o goleiro, que também se destacou com a bola rolando. O brasileiro Mauro Júnior e Malen pararam em defesas providenciais do terceiro goleiro corintiano.

Gazeta Esportiva

TAGS