PUBLICIDADE
Esportes

Toninho Cecílio elogia Caíque e preparador de goleiros do Corinthians

Ex-jogador foi enfático ao falar do goleiro corintiano

06:45 | 13/11/2017

O ex-jogador e agora treinador de futebol, Toninho Cecílio, fez questão de elogiar a postura do goleiro Caíque França no elenco do Corinthians. Substituto do convocado Cássio e do lesionado Walter na partida contra o Avaí, ele ganhou a preferência em relação a Matheus Vidotto, que não aceitou o fato de ter ficado para trás na preferência de Fábio Carille.

Para o entrevista do Mesa Redonda, da TV Gazeta, do último domingo, Caíque teve a calma necessária para ganhar uma chance, assim como aconteceu anteriormente com outros goleiros do futebol brasileiro. Diferentemente do seu companheiro.

?Acho que o Corinthians não tem com o que se preocupar, essas coisas acontecem no futebol. Quando eu estava no Palmeiras, em 1989, a gente perdeu o Zetti em um jogo contra o Flamengo, no Maracanã. Ele quebrou a perna numa dividida com o Bebeto e aí entrou o Ivan (Izzo), terminou as últimas rodadas do campeonato?, relembrou, antes de continuar sua análise.

?Mas, na pré-temporada, o Ivan também se machucou e acabou dando chance para o Velloso. E eu nem preciso falar do Velloso?, comentou Toninho sobre o arqueiro campeão brasileiro pelo Palmeiras em 1993 e 1994, fazendo questão de apontar quem ele pensa ser fundamental nesse processo.

?E tem de dar mérito também para o Mauri (Lima, preparador de goleiros). Ele treina o Cássio, o Walter, já foi o treinador do Danilo Fernandes, do Inter, e do Weverton, do Atlético-PR. São todos goleiros de alto nível, ele está de parabéns?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS