PUBLICIDADE
Esportes

Por artilharia, Jô vira motivação do Corinthians nos últimos três jogos

Com 18 gols, o centroavante briga com Henrique Dourado, do Flu, por artilharia do Brasileiro

07:15 | 17/11/2017

Heptacampeão brasileiro de forma antecipada, o Corinthians ainda tem razões para se motivar nas últimas três rodadas do torneio nacional. A principal delas é ajudar o centroavante Jô a terminar a competição como artilheiro isolado.

?Tomara que seja para coroar a campanha excepcional que fez. Cara importante, decisivo, história de vida muito legal, experiência para passar. Desde o começo, tenta ajudar. Cara decisivo. Vamos fazer tudo para que seja artilheiro?, prometeu o meio-campista Rodriguinho.

Desacreditado após uma temporada nos Emirados Árabes Unidos e na China, Jô recuperou o futebol nesta segunda passagem pelo clube de Parque São Jorge. Em 62 jogos disputados, são 25 gols marcados, sendo 18 no Campeonato Brasileiro, do qual é o artilheiro, com um tento a mais que Rodrigo Dourado, do Fluminense.

?Ficaremos muito felizes se o Jô conseguir ser o artilheiro, vamos procurar da melhor maneira possível ajudá-lo a conquistar esse objetivo?, garantiu o lateral direito Fagner. Foi do camisa 7, inclusive, dois dos três gols na vitória corintiana sobre o Fluminense, que sacramentou a conquista do sétimo título brasileiro, na última quarta, em Itaquera.

?Vou ajudá-lo. Se tiver uma bola para fazer gol, vou chamar: ?Jô, vem aqui? [risos]?, brincou o zagueiro Fabián Balbuena, que negou relaxamento por parte do Corinthians nos três compromissos finais.

?O ideal é terminar ganhando esses três jogos. A gente sabe que os outros times estão lutando por alguma coisa também, não podemos sair da competição agora, temos que ser profissionais nesse sentido também. Se fosse o inverso, íamos gostar que o campeão fizesse a mesma coisa?, comparou o defensor paraguaio.

Com 71 pontos, o Corinthians voltará a campo no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), para enfrentar o Flamengo, no Estádio Luso-Brasileiro. Depois, os adversários serão Atlético-MG, em casa, e Sport, no Recife. O técnico Fábio Carille ainda não anunciou o time que iniciará o confronto no Rio de Janeiro. Jô, contudo, não abrirá mão de disputar pela artilharia do torneio nacional.

?Isso é importante para o Jô e para o clube. Nós, jogadores, vamos ajudá-lo a conquistar essa façanha. É mais um objetivo para conquistarmos no ano. Deram alguns objetivos, a gente foi cumprindo, esse é mais um, então vamos ficar felizes pelo companheiro e o Jô vai ficar muito feliz em conquistar essa meta?, disse o volante Paulo Roberto.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS