PUBLICIDADE
Esportes

Jô assegura permanência em 2018: ?Quero ganhar a Libertadores aqui?

Minutos depois de ser o melhor jogador da partida contra o Fluminense, na noite desta quarta-feira, marcando dois gols na vitória de virada do Corinthians sobre os cariocas, o centroavante Jô já estava de olho na próxima temporada alvinegra. Um dos nomes mais festejados pela torcida, ele assegurou que permanecerá no clube para o ano [?]

23:45 | 15/11/2017

Minutos depois de ser o melhor jogador da partida contra o Fluminense, na noite desta quarta-feira, marcando dois gols na vitória de virada do Corinthians sobre os cariocas, o centroavante Jô já estava de olho na próxima temporada alvinegra. Um dos nomes mais festejados pela torcida, ele assegurou que permanecerá no clube para o ano que vem e projetou uma nova conquista para esse elenco: a Taça Libertadores da América.

?Vou buscar mais um título no ano que vem, vou ficar aqui no Corinthians, quero ter o gostinho de conquistar a Libertadores aqui no Corinthians também. Já ganhei o título no Atlético-MG, mas eu amo esse clube. Levei uma vez, mas quero levantar esse título no ano que vem?, afirmou o camisa 7, afastando a possibilidade de retorno ao futebol europeu, que rondou o Parque São Jorge nos últimos meses.

Com os dois tentos anotados frente ao Flu, por sinal, Jô chegou a 18 no Campeonato Brasileiro e superou, ao menos até o momento, Henrique Dourado, que tem 17. Caso consiga manter essa liderança, chegará ao feito de ser o primeiro corintiano artilheiro da competição.

?Tenho que agradecer a Deus. Deus faz coisa que a gente não imagina. Conheço meu futebol, mas não esperava um ano assim. Todo mundo é importante, o Walter, Kazim, o Giovanni contra o Atlético-PR, Claysson, Camacho? Quem não jogou muito foi importante e merecedor, trabalhou nos treinos, no dia a dia??, comentou um dos líderes do elenco, agradecendo o apoio da torcida.

?Agradecemos o torcedor, em momento difícil, com vantagem diminuindo, colocaram 32 mil em treino. Agora é descansar, terminar três jogos com dignidade, como no campeonato todo, mas com dever cumprido?, continuou o atacante, que sempre deixou claro que era torcedor do Timão. Com o título, ele chega ao seu segundo Brasileiro no clube, somado ao de 2005, quando acabara de sair das categorias de base.

?Eu me sinto muito honrado de vestir essa camisa desde o primeiro dia, em 97, até hoje. É um clube maravilhoso. Jamais vou esquecer o que fizeram por mim. Foi um ano maravilhoso não posso pensar em outra coisa a não ser ficar. Mas agora é descansar.

Não bebo mais, graças a Deus, só ficar curtindo com a rapaziada?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS