PUBLICIDADE
Esportes

Carille não vê necessidade de antecipar férias de titulares

Todos os jogadores do Corinthians continuarão à disposição do técnico Fábio Carille até a partida contra o Sport, em 3 de dezembro, na Ilha do Retiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o título assegurado, o comandante descartou a possibilidade de conceder descanso antecipado a alguns titulares. ?Um mês de férias é suficiente. [?]

07:30 | 20/11/2017

Todos os jogadores do Corinthians continuarão à disposição do técnico Fábio Carille até a partida contra o Sport, em 3 de dezembro, na Ilha do Retiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o título assegurado, o comandante descartou a possibilidade de conceder descanso antecipado a alguns titulares.

?Um mês de férias é suficiente. Se tirarmos os jogadores antes, eles voltariam antes. Então, todos ficarão conosco até o dia 2 pelo menos, já que nem todos poderão ir a Recife. Aí, as férias começarão no dia 4 e voltaremos em 3 de janeiro. Isso dá os 30 dias de férias garantidos por lei?, comentou Carille.

As férias coletivas, no entanto, não impedem o técnico de preservar alguns atletas dos compromissos derradeiros de 2017. Na derrota por 3 a 0 para o Flamengo, por exemplo, o lateral esquerdo Guilherme Arana e os meias Jadson e Rodriguinho nem sequer viajaram ao Rio de Janeiro, enquanto o lateral direito Fagner ficou na reserva. O atacante Clayson cumpriu suspensão.

?Mas conto com eles, sim. Os jogadores ficaram em São Paulo porque estavam se arrastando com dores. O Rodriguinho vinha sentindo o púbis. O Jadson, o tendão. Temos que tomar cuidado neste momento?, argumentou Carille.

Contra o Atlético-MG, no domingo, em Itaquera, o treinador deverá contar com a sua melhor formação, afinal se trata do jogo em que o Corinthians receberá o troféu de campeão brasileiro. O atacante Romero, suspenso, é desfalque certo.

Gazeta Esportiva

TAGS