PUBLICIDADE
Esportes

Balbuena exalta confiança após Derby, mas alerta sobre acomodação

O Corinthians venceu o confronto direto contra o Palmeiras, no último domingo, por 3 a 2, e voltou a ter vantagem confortável na luta pelo título do Campeonato Brasileiro, abrindo oito pontos do rival, e ficando seis à frente do vice-líder Santos. Porém, após a partida, elenco e comissão técnica fizeram questão de diminuir a [?]

11:45 | 06/11/2017

O Corinthians venceu o confronto direto contra o Palmeiras, no último domingo, por 3 a 2, e voltou a ter vantagem confortável na luta pelo título do Campeonato Brasileiro, abrindo oito pontos do rival, e ficando seis à frente do vice-líder Santos.

Porém, após a partida, elenco e comissão técnica fizeram questão de diminuir a empolgação, garantindo foco nas seis rodadas restantes. Nesta segunda-feira, após o treino de reapresentação, o zagueiro Balbuena foi mais um a pedir concentração para o time, que volta a campo na quarta-feira, para encarar o Atlético-PR fora de casa.

?Todos os jogos são importantes. Ontem foram mais três pontos. Clássico sempre traz confiança, ainda mais em casa com a torcida. Mas não adianta ter ganhado ontem e agora perder os seis jogos restantes?, enfatizou o defensor, autor de um dos gols contra o Verdão.

Mantendo o discurso de cautela e pensamento jogo a jogo, o camisa 4 deixou claro que ficou feliz por ter balançado as redes mas, contido, ressaltou a importância da vitória, mais do que qualquer outro fator.

?Logicamente, ficamos felizes quando a gente ajuda. A felicidade é grande, a confiança, mas já estamos focados no jogo de quarta. A gente não pode se acomodar e pensar que está ganho?, repetiu o zagueiro, sempre pontuando o foco no rival paranaense.

Com 62 pontos, os comandados de Fábio Carille precisam de quatro vitórias para confirmarem a conquista do sétimo Campeonato Brasileiro de sua história. Dos seis jogos restantes, são três em casa (Avaí, Fluminense e Atlético-MG) e três fora (Atlético-PR, Flamengo e Sport).

?O torneio é longo, o sacrifício é muito grande. A gente sabe que tem uma boa oportunidade, mas temos que fazer valer dentro de campo?, finalizou Balbuena.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS