PUBLICIDADE
Esportes

Andrés Sanchez oficializa candidatura para a presidência do Corinthians

Ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez lançou sua candidatura para voltar ao cargo nesta quarta-feira, em cerimônia realizada no Parque São Jorge, sede social do clube alvinegro. O deputado federal (PT) garantiu, inclusive, que se licenciará do cargo público em caso de vitória nas urnas, concorrendo nas eleições de fevereiro do ano que vem como candidato [?]

17:30 | 15/11/2017

Ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez lançou sua candidatura para voltar ao cargo nesta quarta-feira, em cerimônia realizada no Parque São Jorge, sede social do clube alvinegro. O deputado federal (PT) garantiu, inclusive, que se licenciará do cargo público em caso de vitória nas urnas, concorrendo nas eleições de fevereiro do ano que vem como candidato da situação para o próximo triênio (2018, 2019 e 2020).

Com o fim do mandato de Roberto de Andrade, Sanchez será o representante da chapa Renovação e Transparência. Assumindo o clube em 2007, ano do fatídico rebaixamento para a Série B, a situação foi responsável pelos principais títulos da história do clube, como a Copa do Brasil de 2009, os Paulistas de 2009, 2013 e 2017, Libertadores e o Mundial de 2012, Recopa Sul-Americana de 2013 e o Campeonato Brasileiro de 2011 e 2015.

Na cerimônia desta quarta-feira Andrés Sanchez contou com a presença de alguns membros da Odebrecht, construtora que ergueu a Arena Corinthians. Ciente da dívida estratosférica que o clube tem de pagar por conta do estádio, o deputado federal garantiu que a casa corintiana ?não é problema?, mas, sim, ?solução?.

Recentemente, Andrés Sanchez, responsável por viabilizar a contratação de Ronaldo em 2009, revelou que planeja contar com o ex-jogador como membro de sua gestão. Embora não tenha definido um cargo para o Fenômeno, o ex-presidente corintiano se mostrou disposto a tê-lo novamente no clube.

Além de Andrés Sanchez, o Corinthians também terá na corrida eleitoral Antonio Roque Citadini, Romeu Tuma Júnior, Felipe Ezabella, Omar Stábile e Paulo Garcia, todos pré-candidatos, por enquanto.

Gazeta Esportiva

TAGS