PUBLICIDADE
Esportes

Presidente gremista chama árbitro de vagabundo; Corinthians rebate

O presidente do Grêmio foi duro nesta terça-feira em relação à escalação do árbitro Héber Roberto Lopes para o confronto desta quarta-feira, contra o Corinthians, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera. Romildo Bolzan Jr se mostrou bastante insatisfeito com o juiz paranaense, chamando-o, inclusive, de vagabundo. ?Podemos até ganhar este jogo, mas já arrumaram um [?]

15:30 | 17/10/2017

O presidente do Grêmio foi duro nesta terça-feira em relação à escalação do árbitro Héber Roberto Lopes para o confronto desta quarta-feira, contra o Corinthians, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera. Romildo Bolzan Jr se mostrou bastante insatisfeito com o juiz paranaense, chamando-o, inclusive, de vagabundo.

?Podemos até ganhar este jogo, mas já arrumaram um jeitinho: botaram o Héber, esse careca vagabundo paranaense?, disse o mandatário gremista à ESPN.

?O histórico dele não é bom e neste ano andou apitando Série B. Não atuou em jogos de grande pompa. E este jogo contra o Corinthians é muito importante?, completou.

Prestes a entrarem em campo para um duelo direto pela liderança do Campeonato Brasileiro ? a diferença entre o líder Corinthians e o vice-líder Grêmio é de nove pontos -, os clubes agora também terão de lidar com a polêmica fora das quatro linhas.

Presente no sorteio que definiu os grupos do Campeonato Paulista, Roberto de Andrade rebateu as declarações de Romildo Bolzan Jr. Na visão do presidente do Corinthians, as críticas a Héber Roberto Lopes são estratégicas para que o Grêmio possa se beneficiar.

?Eles querem inverter a pressão do árbitro para o outro lado. A gente sabe a lisura que tem o campeonato. Existem erros, mas nunca se pode duvidar da lisura das pessoas. Então, vamos esperar o jogo para a gente poder comentar alguma coisa depois do jogo?, disse o presidente corintiano.

Gazeta Esportiva

TAGS