PUBLICIDADE
Esportes

Ex-zagueiro da Seleção, Amaral concorda com efetivação de Valentim

Já são três vitórias em três jogos com Alberto Valentim no banco de reservas. Diante das poucas opções disponíveis no mercado, o Palmeiras parece estar cada vez mais inclinado a efetivar o até agora treinador. Para o ex-zagueiro Amaral, titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1978, o Verdão deveria dar uma oportunidade [?]

07:45 | 23/10/2017

Já são três vitórias em três jogos com Alberto Valentim no banco de reservas. Diante das poucas opções disponíveis no mercado, o Palmeiras parece estar cada vez mais inclinado a efetivar o até agora treinador. Para o ex-zagueiro Amaral, titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1978, o Verdão deveria dar uma oportunidade ao técnico interino, embora, segundo ele, haja pressão interna para que isso não aconteça.

?O patrocinador é imediatista. Quando ele investe, ele quer resultado imediato. Então, ele não vai querer apostar. Eu apostaria como dirigente, porque há muito vício de certos treinadores que já estão manjados. A vida é assim, é uma questão de oportunidade. Se vem uma pessoa atrás que tem a condição, tem que dar oportunidade. Se não, vamos ficar na mesmice?, afirmou Amaral, convidado do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, deste domingo.

Amaral foi um dos zagueiros mais técnicos da história do futebol. Com passagens por Guarani, Corinthians, Santos e futebol mexicano, o defensor protagonizou um lance histórico na Copa do Mundo de 1978, quando evitou o gol da Espanha contra a Seleção Brasileira em cima da linha.

Aos 62 anos, Amaral também se posicionou sobre a atual situação do São Paulo. Neste domingo o Tricolor conquistou uma importante vitória sobre o Flamengo por 2 a 0 no Pacaembu, porém, na visão do ex-zagueiro, os atletas são-paulinos precisam ter mais coragem dentro de campo.

?O Dorival vai ter que dar um jeito nisso aí. Tenho um respeito muito grande por ele, mas as coisas acontecem através da tranquilidade. O São Paulo não necessita ganhar dois jogos, mas de uma sequência maior que isso. Você vê bons jogadores do São Paulo que às vezes não se arriscam?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS