PUBLICIDADE
Esportes

Corinthians tem campanha de rebaixamento no segundo turno

A diferença da campanha do Corinthians entre o primeiro e o segundo turno do Campeonato Brasileiro está cada vez mais discrepante. Com a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, no último domingo, em Campinas, o líder entrou no que seria a zona de rebaixamento da metade final da competição. Em 12 jogos, [?]

09:15 | 30/10/2017

A diferença da campanha do Corinthians entre o primeiro e o segundo turno do Campeonato Brasileiro está cada vez mais discrepante. Com a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, no último domingo, em Campinas, o líder entrou no que seria a zona de rebaixamento da metade final da competição.

Em 12 jogos, o time alvinegro contabiliza seis derrotas, três empates e míseras três vitórias. Considerando apenas as campanhas do segundo turno, o Corinthians é o 17º colocado, com 12 pontos, portanto.

Para efeito de comparação, o Botafogo, líder do returno, soma 23 pontos, dois a mais que o vice-líder Palmeiras, principal perseguidor do Corinthians na luta pelo título nacional.

O contraste é imenso em relação aos números obtidos pelo clube de Parque São Jorge na metade inicial do Brasileiro. Nos primeiros 19 jogos do torneio, o Corinthians obteve 14 vitórias e cinco empates, somando 47 pontos conquistados, sendo o recorde da história desde que o torneio passou a ser disputado no modelo de pontos corridos, em 2003.

Após o confronto com a Ponte Preta, o técnico Fábio Carille falou sobre a oscilação da equipe no momento mais decisivo da competição. ?Há uma queda, sim, não falando desse jogo. Vamos buscar confiança e tentar mostrar o quanto isso pode ser importante na reta final?, afirmou.

Com o revés, o terceiro nos últimos quatro jogos, o Corinthians (59) pode ver o vice-líder Palmeiras (53) reduzir a diferença para apenas três pontos ao final da rodada ? o time alviverde enfrenta o Cruzeiro, nesta segunda-feira, no Palestra Itália. No pior dos cenários, perderá a primeira colocação caso seja derrotado no Derby do próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), em Itaquera.

Gazeta Esportiva

TAGS