PUBLICIDADE
Esportes

Candidato pede afastamento do presidente Roberto de Andrade

Conselheiro do Corinthians e candidato à presidência em 2018, Romeu Tuma Júnior entrou na Justiça pedindo o afastamento do atual presidente Roberto de Andrade, que deixa o cargo em fevereiro do próximo ano. Roberto de Andrade já passou por processo de impeachment, e agora sofre com o pedido de afastamento de Tuma Júnior. Em contato [?]

17:30 | 26/09/2017

Conselheiro do Corinthians e candidato à presidência em 2018, Romeu Tuma Júnior entrou na Justiça pedindo o afastamento do atual presidente Roberto de Andrade, que deixa o cargo em fevereiro do próximo ano.

Roberto de Andrade já passou por processo de impeachment, e agora sofre com o pedido de afastamento de Tuma Júnior. Em contato com a Gazeta Esportiva, a assessoria de imprensa do conselheiro confirmou que o pedido de anulação da votação do Conselho foi realizado.

A votação ocorreu em abril deste ano, e aprovou a prestação de contas de 2016 e o orçamento de 2017. O Corinthians foi um dos últimos clubes a entregar o documento, que tinha prazo até o fim de abril.

Segundo a assessoria de Tuma, o pedido de afastamento visa impedir que Roberto de Andrade tenha influência na decisão do processo, que ainda segue sendo julgado. Além do tirar Roberto de Andrade de seu cargo, Tuma também exige a anulação da decisão do Conselho, que aprovou as contas do Timão.

Andrés Sanchez e Roque Citadini, nomes conhecidos do clube e que já passaram pela presidência, são outros dois possíveis candidatos na briga pelo cargo em 2018. Na zona mista do clássico do último final de semana, contra o São Paulo, Roberto de Andrade afirmou que apoiaria Andrés caso ele se candidatasse por seu grupo.

* Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS