Participamos do

Ferroviário perde de virada para o Mirassol-SP na estreia da Série C

No primeiro jogo sob o comando do técnico Roberto Fonseca, o Tubarão chegou a sair na frente com Edson Cariús, mas acabou sendo superado com dois gols de bola parada pelo time paulista
21:04 | Abr. 10, 2022
Autor Lennon Costa
Foto do autor
Lennon Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Fora de casa, o Ferroviário foi derrotado neste domingo, 10, para Mirassol-SP por 2 a 1 na estreia do Campeonato Brasileiro Série C. O Tubarão da Barra até saiu na frente com Edson Cariús, mas sofreu a virada em dois gols de bola parada. A partida foi disputada no Estádio Campos Maia, em Mirassol/SP.

O jogo marcou a estreia do técnico Roberto Fonseca no comando do Ferrão, que já fez mudanças interessantes e mostrou um Ferroviário mais equilibrado em campo.

O primeiro tempo foi bem movimentado, com a equipe da casa tomando conta das ações e o time coral encontrando boas saídas nos contra ataques. Com o segundo gol do Mirassol e a expulsão de Vitão na etapa final, o Ferroviário até batalhou, mas não teve forças para buscar o empate.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Agora o Ferroviário terá pela frente o ABC-RN no próximo sábado, 16, às 17 horas, no estádio João Ronaldo, em Pacajus.

O jogo

Jogando em casa, o Mirassol começou o jogo indo para cima, dominando os primeiros 10 minutos. O Ferroviário se defendia bem e não permitiu que o clube paulista tivesse chances claras, e esperava o momento certo para sair em velocidade.

Na primeira subida do time coral, Dudu carregou pela ala esquerda e foi derrubado. Na cobrança de falta, a bola foi alçada na área e sobrou para Valderrama, que tocou para Vitão bater rasteiro, Edson Cariús desviou no meio do caminho e abriu o placar para o Tubarão da Barra.

Mas a equipe da casa não sentiu o gol e continuou pressionando, até que aos 27 minutos, Marquinho Carioca cometeu um pênalti bobo, e Camilo cobrou com a bola de um lado e o goleiro do outro para empatar o jogo.

O panorama do jogo seguiu igual até o fim do primeiro tempo. O Mirassol tomava conta das ações e tentava pressionar o Ferroviário, que se fechava bem, e o Ferrão buscava escapadas pelas laterais, principalmente explorando a velocidade de Dudu e Clisman. Em uma dessas transições em velocidade, Clisman cruzou, a zaga rebateu e a bola sobrou na entrada da área para Valderrama chutar, mas a bola acabou subindo um pouco demais.

O segundo tempo começou bem pegado, com muitas faltas de ambos os lados e distribuição de cartões. Mas o Ferroviário veio com uma postura mais ofensiva e chegou a ter uma boa chance aos 14 minutos, em chute de Dudu, que o goleiro Darley fez boa defesa.

Mas aos 19, o Mirassol teve uma cobrança de falta perigosa, Ivan foi para a bola e fuzilou. O goleiro Jonathan ainda chegou a tocar na bola, mas não foi o suficiente para evitar a virada dos mandantes.

A partir daí, a equipe paulista deu a bola para o Ferroviário e passou a jogar nos contra ataques, e em um deles, Gleyson saiu cara a cara com goleiro e foi derrubado por Vitão, que tomou cartão vermelho direto e foi expulso de campo.

O Ferroviário até tentou buscar o empate, mas com o cansaço e um jogador a menos, faltou forças para o Tubarão da Barra, que amargou uma derrota na estreia da Série C.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar