Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Floresta terá duas semanas de treinos antes de jogos decisivos por vaga nas quartas do Nordestão

Restando apenas duas rodadas para o fim da fase de grupos do certame regional, Lobo da Vila segue vivo na briga para avançar na competição e ocupa a sexta posição do grupo B, com sete pontos, mesma pontuação do Bahia, quarto colocado

Após a derrota por 3 a 0 para o Sampaio Corrêa-MA, o Floresta se reapresenta na manhã desta terça-feira, 22, no CT Felipe Santiago, na Vila Manoel Sátiro, onde dá início à preparação para os dois jogos decisivos por uma vaga nas quartas de finais da Copa do Nordeste.

Restando apenas duas rodadas para o fim da fase de grupos do certame regional, o Lobo da Vila segue vivo na briga para avançar de fase na competição e ocupa a sexta posição do grupo B, com sete pontos, mesma pontuação de Bahia, quarto colocado. O Esquadrão e Altos-PI, quinto lugar da chave, possuem um jogo a menos.

Precisando somar pontos, a equipe cearense recebe o Atlético-BA e visita o Sport-PE nos dois últimos jogos. Ainda sem dia e horários definidos para os confrontos, a tendência é que o técnico Ricardo Drubscky tenha quase duas semanas de treinos para preparar o elenco. Isso porque a data base da sétima rodada do Nordestão está prevista para os dias 5 e 6 de março.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O elenco alviverde treina em turnos alternados nesta semana, folga durante este final de semana e se reapresenta na próxima segunda-feira, quando retoma a preparação para o jogo contra o Atlético de Alagoinhas. Sem jogadores suspensos, o técnico deve ter todo o elenco à disposição, já que o atacante Eugênio foi liberado pelo departamento médico e deu ínicio ao processo de transição física.

Para Drubscky, a conquista de uma vaga na próxima fase passa pela melhora do desempenho do Lobo da Vila durante os jogos.

"Eu estou em busca de uma condição de jogo. Não acredito que uma equipe ganhe de qualquer jeito. Eu acredito em um time que começa a construir o jogo e a ter condições de buscar as vitórias de uma maneira firme, organizada e propositiva. Se fizermos isso, a pontuação necessária para entrar no G4 será apenas uma consequência de um trabalho bem feito dentro de campo", disse o comandante alviverde em entrevista coletiva após o jogo contra o Sampaio Corrêa.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar