}else{}
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Emerson quer Ferroviário se impondo diante do Botafogo-PB

O lateral-esquerdo é titular e um dos destaques defensivos da equipe de Francisco Diá
22:14 | Jul. 29, 2021 Autor - Mateus Moura Tipo Noticia

O Ferroviário segue se preparando para o duelo decisivo contra o Botafogo-PB, pela 10ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece neste sábado, 31, às 15 horas, no estádio Elzir Cabral, em partida que vale a liderança do grupo A da Terceirona.

O Tubarão e o Belo estão na ponta da tabela, com 15 pontos, mas os paraibanos ficam em primeiro por terem melhor saldo de gols. Para recuperar o topo, o lateral-esquerdo Emerson quer o Ferroviário se impondo durante o jogo.

"Estudamos a equipe adversária e temos uma ideia de como eles vão vir jogar. Estamos trabalhando para neutralizar os pontos mais fortes do Botafogo. Temos que nos impor, fazer nosso jogo, não podemos nos preocupar apenas com eles e esquecer de jogar", ressaltou.

Após ficar fora das cinco primeiras rodadas da Série C por conta de uma lesão, o lateral vem sendo um dos destaques do Coral nas últimas partidas. Para o atleta, a união do grupo é um dos fatores que podem levar o Tubarão para a fase mata-mata da Terceirona.

"Todos estão trabalhando muito forte, um ajudando o outro. Estamos brigando pela liderança e precisamos manter o foco no nosso objetivo, que é a classificação", disse.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Matheus Vargas vibra com virada do Fortaleza e projeta Clássico-Rei: "É uma final"

Camisa 96
2021-07-29 19:55:00 Autor Afonso Ribeiro Tipo Noticia

Acionado no segundo tempo da partida, junto com o decisivo Wellington Paulista, o meia Matheus Vargas comemorou a vitória do Fortaleza por 2 a 1 sobre o CRB-AL, de virada, nesta quinta-feira, 29, na Arena Castelão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e já projetou o Clássico-Rei contra o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo no jogo de ida, o Tricolor precisa apenas de um empate para avançar à próxima fase - em caso de vitória alvirrubra por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis. O duelo de volta será na próxima quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

"A gente sabia da forma que o CRB joga, que é esperando o adversário para sair no contra-ataque. Sabíamos que ia ser muito difícil, acabamos saindo atrás do placar, mas com a intensidade, que o professor sempre pede, conseguimos buscar o resultado, que é muito importante para sair na frente nesse confronto", ponderou o camisa 96.

Preservado em meio à sequência de jogos nos próximos dias, o armador deu lugar a Romarinho e começou o confronto no banco de reservas. De lá, viu o alagoanos abrirem o placar com Nicolas Careca. Na segunda etapa, entrou no lugar do próprio Romarinho e participou da reviravolta do resultado, que contou com dois gols de pênalti do experiente camisa 9.

"Fico feliz por ter entrado e ajudado o time. Eu sei da importância que eu tenho dentro do elenco, então vou seguir trabalhando para sempre ajudar o time. Não importa se eu saio como titular ou fico na reserva, o importante é sempre ajudar o Fortaleza. Hoje (quinta-feira) foi no segundo tempo, então a partir do momento que eu entro em campo é sempre para ajudar a equipe", disse.

Antes de reencontrar o Galo da Pajuçara, o Leão volta a campo para encarar o Ceará, no próximo domingo, 1º, às 20h30min, novamente no Castelão, pela 14ª rodada da Série A. Vargas destaca a importância do jogo e rechaça o peso do desgaste físico em razão do calendário.

"Clássico é uma final, um campeonato à parte. A gente sabe da importância do jogo, independente se a partida de hoje foi muito dura ou exigente, a gente tem que chegar e fazer o nosso melhor. Clássico não se joga, se ganha, então a partir de hoje o foco é no clássico. Cabeça boa e vamos chegar com tudo", garantiu o meia.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ferroviário terá volta de Cariús contra o Botafogo-PB como trunfo ofensivo

SÉRIE C
2021-07-29 00:30:00 Autor Mateus Moura Tipo Notícia

Apesar da vice-liderança do Grupo A, o Ferroviário não vive bom momento ofensivo na Série C do Campeonato Brasileiro. O Tubarão da Barra tem o terceiro pior ataque da chave A, com apenas sete gols marcados em nove partidas, ficando à frente do último colocado Santa Cruz-PE, com três tentos, e do Floresta, com seis. Edson Cariús, que retorna após um período aprimorando a parte física , é a grande esperança para melhorar o desempenho do setor.

O atacante de 32 anos está de volta ao Coral depois de passagens apagadas por Fortaleza, CRB-AL, Al-Jabalain, da Arábia Saudita, e Remo-PA. A expectativa é que o centroavante consiga se aproximar dos números da sua última temporada vestindo a camisa do Ferrão, em 2019, quando marcou 19 gols.

LEIA MAIS | Ferroviário perde a liderança, mas Francisco Diá ressalta boa pontuação no turno

Anunciado no dia 7 de julho, Cariús não conseguiu emplacar uma sequência de jogos na Série C. O atleta entrou em campo na vitória por 1 a 0 contra o Manaus-AM, pela 8ª rodada da competição, mas foi cortado do jogo seguinte, diante do Floresta, em empate por 1 a 1, para que pudesse melhorar o condicionamento físico.

Apto para jogar, o centroavante se torna opção do treinador Francisco Diá para o jogo contra o Botafogo-PB, neste sábado, 31, às 15 horas, no estádio Elzir Cabral, em disputa que vale a liderança do grupo A da Terceirona. Os dois times estão na ponta da tabela, com 15 pontos, mas os paraibanos ficam em primeiro por terem melhor saldo de gols — e o desempenho ofensivo é central nessa diferença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

De volta após suspensão, Marlon mira primeira vitória em Clássico-Rei pelo Ceará

Camisa 25
2021-07-28 18:12:00 Autor Afonso Ribeiro Tipo Noticia

Jogador do Fortaleza entre 2018 e 2020, o meio-campista Marlon está acostumado a disputar Clássicos-Rei no futebol cearense. Entretanto, desde que chegou a Porangabuçu, no início desta temporada, o camisa 25 ainda não venceu o primeiro confronto local. Novamente à disposição após cumprir suspensão, o volante espera bater o arquirrival pela primeira vez com a camisa do Ceará.

"Com certeza. Quero a vitória, não só eu, como meus companheiros. Um clássico é um campeonato à parte, a gente não joga, ganha. Vamos trabalhar bastante para isso, para chegar no final de semana e fazer um jogo bem consistente para sair com os três pontos", afirmou, em entrevista coletiva.

Em 2021, Marlon enfrentou três vezes o ex-clube pelo Alvinegro: no empate sem gols pela Copa do Nordeste, na derrota por 2 a 0 pelo Campeonato Cearense e no 1 a 1 pela Copa do Brasil. No próximo domingo, 1º, a partir das 20h30min, na Arena Castelão, pela 14ª rodada da Série A, o volante esperar quebrar o jejum e destaca a importância do duelo.

LEIA MAIS

+ Técnico Guto Ferreira toma segunda dose da vacina contra a Covid-19
+ Gabriel Dias, do Ceará, também tem pena convertida e pode jogar no Clássico-Rei
+ Ceará e Fortaleza realizarão o 12º Clássico-Rei sem torcida

"A preparação é forte, é um clássico. Lógico que é um campeonato à parte, mas estamos focados, concentrados, trabalhando bastante para que possamos, no domingo, fazer um grande jogo e sair com os três pontos", disse o camisa 25, que cumpriu suspensão automática contra o Sport-PE e volta a estar disponível.

"Essa questão de titular é o Guto que vai definir até domingo, a gente está à disposição, treinando bastante. A vitória no clássico é muito importante, a gente já viu em outros campeonatos como isso reflete positivamente. Vamos trabalhar forte durante a semana para fazer uma boa partida e sair com os três pontos", frisou.

Invicto há nove jogos - seis empates e três vitórias -, o Vovô ocupa a sétima posição do Brasileirão, com 19 pontos. O meio-campista avalia a campanha de forma positiva e avisa que o clube pode sonhar com objetivos maiores na competição nacional pelo nível do elenco.

"Se eu não me engano, é o melhor início de Campeonato Brasileiro que o Ceará vem fazendo. Estamos na sétima colocação. Lógico que a gente quer sempre mais, acredito nos meus companheiros, que a gente pode agregar muito mais nesse Campeonato Brasileiro. Uma sétima colocação hoje, na 13ª rodada, é um bom início, sim. Se a gente quer almejar coisas grandes dentro da competição, tem que trabalhar mais para, lá no final, estar na melhor posição possível", alertou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Edson Cariús retorna contra o Botafogo-PB com a missão de melhorar o setor ofensivo do Ferroviário

SÉRIE C
2021-07-28 17:39:00 Autor Mateus Moura Tipo Noticia

Apesar da vice-liderança do Grupo A, o Ferroviário não vive bom momento ofensivo na Série C do Campeonato Brasileiro. O Tubarão da Barra tem o terceiro pior ataque da chave A, com apenas sete gols marcados em nove partidas, ficando à frente do último colocado Santa Cruz-PE, com três tentos, e do Floresta, com seis. Edson Cariús, que retorna após um período aprimorando a parte física , é a grande esperança para melhorar o desempenho do setor.

O atacante de 32 anos está de volta ao Coral depois de passagens apagadas por Fortaleza, CRB-AL, Al-Jabalain, da Arábia Saudita, e Remo-PA. A expectativa é que o centroavante consiga se aproximar dos números da sua última temporada vestindo a camisa do Ferrão, em 2019, quando marcou 19 gols.

LEIA MAIS

+ Ferroviário perde a liderança, mas Francisco Diá ressalta boa pontuação no turno

+ Fortaleza mira classificação e pode chegar a quase R$ 10 milhões em cotas na Copa do Brasil

+ Gabriel Dias, do Ceará, também tem pena convertida e pode jogar no Clássico-Rei

Anunciado no dia 7 de julho, Cariús não conseguiu emplacar uma sequência de jogos na Série C. O atleta entrou em campo na vitória por 1 a 0 contra o Manaus-AM, pela 8ª rodada da competição, mas foi cortado do jogo seguinte, diante do Floresta, em empate por 1 a 1, para que pudesse melhorar o condicionamento físico.

Apto para jogar, o centroavante se torna opção do treinador Francisco Diá para o jogo contra o Botafogo-PB, neste sábado, 31, às 15 horas, no estádio Elzir Cabral, em disputa que vale a liderança do grupo A da Terceirona. Os dois times estão na ponta da tabela, com 15 pontos, mas os paraibanos ficam em primeiro por terem melhor saldo de gols — e o desempenho ofensivo é central nessa diferença.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Liberado pelo STJD, Mendoza vira opção para Clássico-Rei e tenta deslanchar no Ceará

À disposição
2021-07-28 00:30:00 Autor Afonso Ribeiro Tipo Notícia

Na tarde de ontem, o Ceará ganhou um reforço importante para o próximo compromisso: o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou o pedido de conversão da pena do atacante Steven Mendoza, que cumpriu metade da suspensão de dez jogos e está liberado para voltar a atuar no Clássico-Rei diante do Fortaleza, domingo, 1º, às 20h30min, pela 14ª rodada da Série A.

O colombiano de 29 anos foi um dos principais envolvidos na briga que tomou o gramado da Arena Castelão depois da decisão da Copa do Nordeste, contra o Bahia, no dia 8 de maio. Doze dias após o episódio, a Corte suspendeu o jogador de forma preventiva durante 30 dias ou quatro jogos.

No início de junho, a Terceira Comissão Disciplinar do STJD aplicou oito partidas de punição no camisa 10, descontadas aquelas cumpridas anteriormente. O Alvinegro, então, recorreu e conseguiu efeito suspensivo até a realização do julgamento no Pleno. No último dia 15, o Tribunal aumentou as punições dos envolvidos e suspendeu Mendoza por dez jogos.

LEIA MAIS

+ Após "spoiler", Erick celebra acerto com Ceará e avisa: "Tem que pensar alto"
+ Ceará vende atleta da base por valor milionário ao Internacional, diz portal
+ Velocidade e habilidade: Guto Ferreira elogia Airton e Erick, reforços do Ceará

Depois de o atacante cumprir cinco partidas da pena, o departamento jurídico do Vovô solicitou ao SJTD a conversão da pena, e o presidente Otávio Noronha deferiu — o mesmo ocorreu com Nino Paraíba e Daniel, ambos do Bahia. Agora, em vez da ausência dos gramados em mais cinco confrontos, Mendoza terá de pagar R$ 37,5 mil a cinco instituições de caridade.

Novamente à disposição do técnico Guto Ferreira, o colombiano terá a missão de reforçar o questionado setor ofensivo da equipe na sequência do Brasileirão e deslanchar com a camisa alvinegra — tanto em sequência de partidas quanto nos números.

Segunda compra mais cara da história do clube de Porangabuçu — 600 mil euros (cerca de R$ 4 milhões na cotação atual) por 60% dos direitos econômicos —, Steven foi anunciado no final de fevereiro como uma das principais contratações para a temporada e firmou contrato até o final de 2023. Após início animador, enfrentou oscilações de rendimento e ausências em razão das punições.

Estreante justamente em um Clássico-Rei — no dia 20 de março, pela Copa do Nordeste —, Mendoza disputou 23 jogos em 2021 e marcou três gols. Por coincidência, os três tentos foram anotados ainda no mês de abril, nas vitórias sobre CSA-AL, Sport-PE e Jorge Wilstermann, da Bolívia, pelas Copas do Nordeste e do Brasil.

Dono da sexta melhor defesa do Campeonato Brasileiro, com 12 bolas nas redes, o Ceará tem apenas o nono ataque mais positivo, com 14 gols marcados. Em busca de evolução ofensiva, Guto Ferreira quer aproveitar as peças à disposição para reforçar o setor e tentar bater o Tricolor do Pici.

"A gente tem muita coisa que melhorar e está trabalhando para isso. Cada jogo é uma história. Nós vamos pegar uma equipe que tem marcado muito bem, tem jogado com linhas consistentes, tem tido solidez e tomado poucos gols no campeonato, tanto é que figura entre as melhores defesas da competição, mas a nossa também está entre as melhores, também temos tomado poucos gols. Temos que qualificar um pouquinho mais o nosso ataque, vamos trabalho para isso", apontou. 

Para ele, a volta de Mendoza traz novas alternativas "Vamos ter mais opções para a próxima partida, o que, na abertura do leque, nos dá condição de ter uma equipe que possa mudar da melhor maneira possível no decorrer do jogo e conseguir fazer um clássico de maneira mais consistente. Respeitando sempre o nosso adversário, mas clássico é clássico, e a gente tem que acreditar sempre que pode vencer", ponderou o treinador.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags