PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Ceará e Fortaleza foram as equipes que mais tiveram pênaltis marcados contra na Série A

Ambos com três infrações na pequena área, os rivais locais tiveram duas cobranças que resultaram em gols e uma não convertida pelo adversário

14:08 | 01/07/2021
Ceará e Fortaleza são os clubes que mais cometeram pênaltis na Série A (Foto: FABIO LIMA)
Ceará e Fortaleza são os clubes que mais cometeram pênaltis na Série A (Foto: FABIO LIMA)

Após o pênalti cometido por Romarinho na vitória por 3 a 2 do Fortaleza enfrentando a Chapecoense, na última quarta, 30, pela oitava rodada do Brasileirão, o Leão se igualou ao Vovô, e as equipes cearenses são as duas com mais penalidades marcadas contra, ambas com três. Somada a do último embate, o Tricolor teve a infração dentro área anotada contra Atlético-MG e Grêmio. Já o Ceará foi nos jogos contra Santos, Bahia e Internacional.

+ Adversário do Ceará, Bragantino lidera invicto a Serie A, mas tem quarta defesa mais vazada 

+ Éderson assume a liderança de quesitos defensivos e ofensivos do Fortaleza na Série A

Das três penalidades marcadas contra Ceará e Fortaleza, em apenas uma ocasião o adversário não conseguiu alterar o placar. O Vovô na partida contra o Santos, em que Marinho chutou para fora. No lado do Pici, foi a cobrança de Diego Souza na partida contra o Grêmio, defendida por Felipe Alves. Apesar dos gols não terem acontecido, nenhum dos rivais cearenses saíram com os três pontos. O Alvinegro foi derrotado pelo Peixe por 3 a 1 e o Tricolor ficou no empate em 0 a 0 com o Imortal.

Dentre as marcações da arbitragem, há duas que foram contestadas por cada rival. No lado do Leão, pela primeira rodada, Caio Max Augusto marcou falta de Titi em Hulk na pequena área. O juiz credenciou a falta ao uso do braço esquerdo do zagueiro para derrubar o atacante atleticano.

+ Fora contra o Bragantino, Jael é o atacante com menos minutos no Ceará 

+ Fortaleza anuncia saída do zagueiro Wanderson

Em Porangabuçu, a reclamação ficou por conta da penalidade da partida contra o Bahia. Em um cruzamento na área alvinegra, o zagueiro Luiz Otávio foi derrubado por Gabriel Dias. Marcelo de Lima Henrique, árbitro do confronto, achou o lance normal. O VAR chamou, Marcelo reviu o contato e mudou de ideia marcando o penal.

Outra participação do árbitro de vídeo no jogo do Ceará, foi a correção do erro crasso de Savio Pereira, ao marcar pênalti de uma simulação feita por Cortez, no jogo contra o Grêmio. A partida estava em 2 a 2 e o lateral gremista se jogou após Buiú tentar roubar a bola na área. Depois da marcação, Rodrigo Dalonso, na cabine do VAR, chamou Savio para rever e então corrigir o vacilo.

+ Sem Luiz Otávio e mais dois, Ceará finaliza preparação para encarar o Bragantino; veja prováveis escalações

+ Expulsão de Quintero diante da Chapecoense é a quinta do zagueiro no Fortaleza

Ainda sobre o VAR, agora falando sobre as penalidades a favor, o Ceará já teve duas retiradas. A primeira contra o Bahia, que resultou na anulação do pênalti e do gol de Gabriel Dias, e a segunda contra o Internacional, após alegar toque no braço de apoio do zagueiro colorado. O Vovô só cobrou um pênalti na Série 2021, com Vina convertendo em gol, na derrota contra o Santos.

No Leão, foram marcadas duas faltas na pequena área dos adversários do Tricolor. A primeira na vitória contra o Sport, após um toque de mão atípico do zagueiro Maidana, dando o único gol da partida ao time cearense. A segunda cobrança foi contra o Grêmio, no empate em 0 a 0, não convertida pelo Pikachu.

Vale ressaltar que Fortaleza fez os oito jogos no Brasileirão e o Ceará completará nesta quinta, 1ª, contra o Bragantino, no Nabi Abi Chedid, às 16 horas. América-MG, Fluminense, Palmeiras e Sport aparecem empatados na segunda colocação do quesito, com duas infrações na área cada, e fizeram as oito partidas.