PUBLICIDADE
Cearenses
Noticia

Ministério Público recomenda proibição de bandeiras e mosaicos em Clássicos-Rei da Copa do Brasil

Órgão alega incidentes no último jogo entre Ceará x Fortaleza e recomenda à PM que vete materiais de torcidas organizadas nos dois jogos do torneio nacional

21:03 | 31/05/2021
Vovô e Leão se enfrentarão em dois jogos pela terceira fase da Copa do Brasil (Foto: Aurelio Alves)
Vovô e Leão se enfrentarão em dois jogos pela terceira fase da Copa do Brasil (Foto: Aurelio Alves)

Na tarde desta segunda-feira, 31, o Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) enviou ofício à Polícia Militar recomendando que sejam proibidos adereços, bandeiras e mosaicos das torcidas de Ceará e Fortaleza nos dois Clássicos-Rei da Copa do Brasil, nos dias 2 e 10 de junho.

Além do 2º Batalhão de Choque da Polícia, também foram comunicados o Governo do Estado, a Federação Cearense de Futebol (FCF), os dois clubes e as torcidas organizadas. O Nudtor alega que houve incidentes entre torcedores na final da Copa do Nordeste, entre Ceará e Bahia, e na final do Campeonato Cearense, entre Fortaleza e Ceará, o que levou a tomar esta medida.

O órgão diz ter recebido relatos da Polícia Militar de "atos de vandalismo" e aglomeração nestas duas partidas, com acesso de "grupos de torcedores" ao estádio para a colocação dos materiais nas arquibancadas, o que descumpriria o decreto estadual das medidas de isolamento em meio à pandemia de Covid-19.

LEIA MAIS

+ Desfalques e dúvidas de Fortaleza e Ceará para o Clássico-Rei na Copa do Brasil
+ Em duelo inédito na Copa do Brasil, Fortaleza e Ceará fazem décimo Clássico-Rei sem público
+ Vojvoda x Guto: treinadores se reencontram em Clássico-Rei decisivo na Copa do Brasil
+ Clássico-Rei na Copa do Brasil: classificação vale quase R$ 3 milhões

De acordo com o MPCE, na final do Estadual, houve "acirrado clima de animosidade" e "atritos" entre as torcidas, com a condução de 27 pessoas à delegacia, além "outras tantas que a Polícia não deu conta de prendê-los".

O Nudtor pede que os clubes realizem campanha para pacificação entre as torcidas e recomenda ainda ao Governo do Estado que fixe multa diária de R$ 10 mil a cada entidade em caso de descumprimento das medidas.

O duelo inédito entre tricolores e alvinegros pela Copa do Brasil terá o primeiro jogo na próxima quarta-feira, 2, às 19 horas, no Castelão. A partida de volta será no dia 10, também às 19 horas, no mesmo estádio.

Clique na imagem para abrir a galeria