PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Presidente do Ferroviário destaca peso esportivo e financeiro da Copa do Brasil para o clube

O Tubarão da Barra está classificado para a segunda fase do torneio e enfrentará o América-MG fora de casa

Gabriel Lopes
18:21 | 31/03/2021
Newton Filho, presidente do Ferroviário
 (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário Atlético Clube)
Newton Filho, presidente do Ferroviário (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário Atlético Clube)

Nos últimos anos, a Copa do Brasil tem sido a competição mais rentável do futebol brasileiro, devido à elevada premiação por fase disputada, que vai aumentando conforme os clubes avançam de etapas. Para clubes de fora da elite do Brasileirão, a participação neste certame é fundamental para a boa saúde financeira, especialmente em tempos de pandemia do novo coronavírus. O Ferroviário, clube da Série C, já arrecadou R$ 1,235 milhão por estar na segunda fase do torneio. Nesta quarta-feira, 31, em entrevista coletiva guiada concedida à imprensa, o presidente do clube coral, Newton Filho, falou da importância dessa cota no orçamento do time.

A participação na Copa do Brasil é muito importante no quesito esportivo e no financeiro. No financeiro é excelente para o clube, ajuda muito nas finanças do clube. Quanto mais fases conseguirmos avançar, melhora no orçamento e ajuda muito na parte financeira, inclusive em um ano difícil como esse, de pandemia, de perdas de muitas receitas”, ressaltou.

O Ferroviário eliminou o Porto Velho-RO na primeira fase e jogará diante do América-MG, equipe que está na Série A, na próxima etapa. O embate acontecerá no dia 14 de abril, às 19 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, casa do Coelho.

No momento, essa é a única partida marcada do Tubarão em um futuro próximo, pois o Campeonato Cearense 2021 está paralisado e ainda não há definição para quando será o reinício. Newton demonstrou preocupação sobre esse atraso no certame, pois ele gostaria que o clube coral disputasse a Série C, que tem início em maio, sem competições paralelas.

“Nós temos receio. Pois ficamos preocupados em quando vai reiniciar o Campeonato Cearense. O nosso planejamento seria que ele terminasse antes do Brasileiro, para que pudéssemos focar somente no Brasileirão, sem outra competição em paralelo. Esperamos que o torneio volte e seja encerrado antes da Série C”, disse.

O Ferroviário fará sua estreia na terceira divisão nacional contra o Botafogo-PB, fora de casa, com data-base prevista para o dia 29 de maio. O Tubarão está no grupo A do torneio, juntamente com outras nove equipes das regiões Norte e Nordeste, dentre elas o Floresta, o outro representante cearense na Série C.