PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

"Se pudesse ser na próxima quarta, seria ótimo", diz Polegar sobre jogo do Ferroviário na Copa do Brasil

O Tubarão da Barra enfrentará o América-MG somente no dia 14 de abril, no estádio Independência, em Belo Horizonte, caso tenha permissão para atuar lá

Gabriel Lopes
21:01 | 30/03/2021
Polegar, lateral-direito do Ferroviário (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário)
Polegar, lateral-direito do Ferroviário (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário)

Com a paralisação do Campeonato Cearense 2021, o Ferroviário terá longo período sem jogos oficiais até o dia 14 de abril, data do embate contra o América-MG, pela segunda fase da Copa do Brasil 2021. O jogo acontecerá no estádio Independência, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, às 19 horas, caso haja permissão para a execução da partida.

Em entrevista coletiva guiada concedida nesta terça-feira, 30, o lateral-direito do Tubarão da Barra Polegar revelou que gostaria de jogar o quanto antes contra o Coelho, mas valorizou o período de treinamentos, com foco no entrosamento da equipe. Ele também levantou a possibilidade de classificação do clube coral.

“A gente quer jogar. Se o jogo pudesse ser na próxima quarta-feira seria ótimo. Mas esse tempo que vamos ter para treinar vai ser ótimo, até para entrosar mais. O América-MG é um time grande, de Série A. Sabemos que vai ser difícil, mas não é impossível. Nosso objetivo é sair de lá, se o jogo for em Minas, com resultado positivo, classificando nos 90 minutos ou nos pênaltis”, ressaltou.

Polegar, de 26 anos, chegou no início de 2021 ao Ferroviário e rapidamente ganhou a condição de titular. Ele, que veio do América-RJ, atuou em quatro compromissos com a camisa do Tubarão e foi importante para o avanço da equipe na primeira fase da Copa do Brasil, diante do Porto Velho-RO, no último dia 25 de março. Ele se disse contente com a rápida adaptação ao grupo, que é comandado por Francisco Diá.

“Fico muito feliz em contribuir com o grupo. Cheguei aqui e não tive muito tempo para me entrosar, mas tive facilidade porque o time é muito forte. Graças a Deus os resultados estão sendo positivos”, disse.

O lateral também soma passagens por clubes nordestinos além do Ferroviário, como Treze-PB, Central-PE e Porto-PE, times que ele atuou nos últimos dois anos.