PUBLICIDADE
Cearenses
Noticia

Força defensiva do Ferroviário em 2021 é trunfo para avançar na Copa do Brasil

Tubarão da Barra levou 9 gols em 15 partidas entre a Taça Fares Lopes e o Campeonato Cearense. Em sete delas, a equipe de Francisco Diá saiu de campo sem ser vazada

Victor Hugo Pinheiro
20:13 | 15/03/2021
Zagueiro Vitão é titular da forte defensiva do Ferroviário (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário Atlético Clube)
Zagueiro Vitão é titular da forte defensiva do Ferroviário (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário Atlético Clube)

A defesa do Ferroviário possui bons números neste 2021. Em 15 partidas realizadas — sete pela Taça Fares Lopes e oito pelo Campeonato Cearense —, foram apenas nove gols sofridos, média de menos de um por jogo. Para o duelo diante do Porto Velho-RO, a equipe comandada por Francisco Diá sabe bem da importância de não ser vazada, já que o empate é suficiente para avançar à segunda fase da Copa do Brasil. Assim, basta não sofrer um gol — algo que o Tubarão já conseguiu fazer sete vezes na temporada — para avançar na milionária competição nacional.

Remanescente da temporada passada, o zagueiro Vitão é fundamental para o bom desempenho coral no setor defensivo, tendo atuado em todos os jogos na campanha de liderança da primeira fase do Campeonato Cearense. Ele ficou de fora na vitória sobre o Ceará, por 2 a 1, na estreia da segunda fase, por desgaste físico. O defensor mostrou segurança no decorrer dos jogos e foi um dos protagonistas do Tubarão, que conquistou a vaga na Copa do Brasil após ser campeão da Taça Fares Lopes.

A partida entre Porto Velho-RO e Ferroviário estava marcada para o Aluízio Ferreira, na capital rondoniense, e passou para o Antônio Accioly, em Goiânia. A troca de estádio foi motivada pela proibição da pratica do futebol no estado de Rondônia, por conta do avanço da Covid-19. Em coletiva virtual, Vitão avaliou com bons olhos a mudança de palco, tendo em vista a questão do gramado e a estrutura da praça esportiva.

"A gente sabe que o jogo lá em Rondônia seria bem diferente do que vai ser no Antônio Accioly, devido às condições do gramado e estádio. Um campo bom, com perfeitas condições. Vai favorecer a nossa equipe e a deles, sempre bom jogar em gramado de boa qualidade, temos mais condições de mostrar nosso futebol e a bola rola melhor. Ao contrário do que seria em Rondônia, apesar de que não conheço, mas me falaram que é bem inferior ao estádio do Atlético-GO", disse o zagueiro.

Após um ano fora da Copa do Brasil, em 2020, o Ferroviário busca repetir a campanha de destaque que teve em 2018, quando chegou à quarta fase. Na época, o Tubarão eliminou Confiança-SE, Sport-PE — de forma heroica —, Vila Nova-GO e só foi eliminado pelo Atlético-MG. A boa campanha viabilizou o investimento no elenco que viria a ser campeão da Série D na mesma temporada.

Já em 2019, a equipe coral deixou a competição na primeira fase, após empate por 2 a 2 com o Corinthians-SP. O objetivo deste ano é ir avançando da fase, em razão também das bonificações financeiras por passagem de fase.