PUBLICIDADE
Cearenses
Noticia

Floresta precisa superar melhor defesa da Série D para chegar à final

Verdão da Vila Manoel Sátiro terá desafio de furar a retaguarda do Novorizontino, que levou somente nove gols em 20 partidas

Victor Hugo Pinheiro
20:17 | 12/01/2021
Além dos jogos decisivos da Série D, Floresta vai jogar a Fares Lopes (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)
Além dos jogos decisivos da Série D, Floresta vai jogar a Fares Lopes (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)

Floresta e Novorizontino-SP já conquistaram o principal objetivo da temporada: o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Passada a conquista, Lobo e Tigre agora se permitem sonhar com a possibilidade real de ganhar o título da quarta divisão nacional em 2021. Verdão da Vila Manoel Sátiro quer desbancar o adversário na semifinal para disputar a decisão contra o vencedor de Altos-PI e Mirassol-SP. Para ser finalista, os comandados de Leston Júnior terão de superar a melhor defesa da competição.

O Novorizontino sofreu apenas nove gols em 20 partidas disputadas, média de 0,45 por jogo. A defesa do Tigre é formada por jogadores com passagens em clubes tradicionais do futebol brasileiro. O goleiro Giovanni, de 33 anos, atuou por oito temporadas no Atlético-MG, jogando 76 partidas. É verdade que era reserva, mas tinha a confiança dos treinadores quando atuava como substituto.

A dupla de zagueiros é formada por Bruno Aguiar, que jogou por Santos-SP, Sport-PE e Joinville-SC, e Édson Silva, com passagem de quatro temporadas no São Paulo e até uma aventura no Estrela Vermelha — tradicional clube da Sérvia. Ambos estão com 34 anos, e a experiência da dupla foi primordial para o sucesso defensivo da equipe paulista na Série D.

A campanha do Novorizontino tem semelhanças com a do Floresta. Ambos perderam somente dois jogos na competição. No entanto, o Tigre venceu 13 e empatou cinco. Já o tem Verdão nove vitórias, nove empates, além das duas derrotas.

O desempenho mostra como a equipe conseguiu ser superior aos adversários, até mesmo quando era apontado como "azarão" no mata-mata. Nas quartas de final, diante do América-RN, o Lobo encaminhou o acesso com a vitória por 2 a 0 na ida, e teve o privilégio de administrar a vantagem na volta, no empate em 1 a 1, para conquistar o acesso de divisão.

O Floresta saiu de campo ser marcar apenas na estreia da Série D, quando perdeu para o Afogados-PE, por 1 a 0. Com 33 gols em 20 jogos — 1,65 por partida —, o time de Leston Júnior tem repertório ofensivo capaz de balançar as redes da forte defesa do Tigre. 

A partida de ida da semifinal entre Floresta e Novorizontino acontece na Arena Castelão, neste sábado, 16, às 16 horas. Mas, antes do jogo decisivo, o Verdão estreia na Copa Fares Lopes contra Pacajus, no Moraisão, em Maranguape, nesta quarta-feira, 13. Para não prejudicar a preparação para as semifinais, o técnico Leston Júnior deve escalar o time titular com vários jogadores reservas.