PUBLICIDADE
Cearenses
Noticia

Marcelo Vilar diz que faltou maturidade ao Ferroviário para vencer o Manaus em casa

Apesar de insatisfeito com o resultado, o técnico coral pregou que é necessário valorizar o ponto conquistado, que recolocou o Tubarão na liderança do Grupo A da Terceirona

Brenno Rebouças
11:02 | 07/09/2020
Marcelo Vilar reclamou ainda das chances de ampliar desperdiçadas (Foto: Aurélio Alves)
Marcelo Vilar reclamou ainda das chances de ampliar desperdiçadas (Foto: Aurélio Alves)

O empate em 1 a 1 contra o Manaus, no Castelão, foi suficiente para o Ferroviário recuperar a liderança do Grupo A na Série C do Campeonato Brasileiro, mas ainda assim, para o técnico Marcelo Vilar, o gosto foi de derrota. Em coletiva, após a partida, o treinador coral disse que faltou maturidade ao elenco do Tubarão para vencer a quarta partida em cinco jogos.

"Quando estávamos ganhando o jogo por 1 a 0, (o time) demonstrou imaturidade. (O placar de) 1 a 0 são três pontos e o time adversário fechou suas duas linhas de quatro (jogadores) atrás, esperando um contra-ataque e a gente permitiu. Uma bola errada pelo lado direito e acabou acontecendo o pênalti", analisa Vilar.

A penalidade foi cometida aos 31 minutos, por Tiago Costa, sobre o jogador Rodrigo Fumaça. O goleiro Nícolas chegou a defender a cobrança de Gabriel Davis e também o rebote, do mesmo atleta, mas o árbitro da partida marcou outra penalidade em seguida, convertida por Paulinho.

Vilar citou que o Ferroviário teve chances de definir a partida e desperdiçou, mesmo tendo um homem a mais. No entanto, o técnico considera que o principal erro foi não ter tirado o time do Manaus lá de trás. “Aconteceu da gente não ter paciência de trabalhar mais a bola, fazer com que eles saíssem daquela zona intermediária de defesa para poder ter espaço para finalizar. Sem falar que tivemos as oportunidades de matar o jogo, não matamos e acabamos nos complicando", disse.

Mesmo insatisfeito com o resultado, o comandante coral pregou que é necessário valorizar o ponto conquistado. “Empate com sabor de derrota pela circunstância, mas também pontuar é muito importante. O time foi para a liderança da competição, ninguém nos alcança ou passa da gente nessa rodada. Nós queríamos a vitória, tivemos condições de conseguir, mas não conseguindo tem que valorizar o ponto que conseguiu", concluiu.

O Remo-PA, porém, pode, sim, ultrapassar o Ferroviário ainda na 5ª rodada. O Leão Azul encara o lanterna Treze-PB na quinta-feira, 10, em Campina Grande (PB), e se vencer chega aos 11 pontos ganhos, fazendo o Ferrão voltar à vice-liderança.