PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Covid-19: CBF e federações admitem possibilidade de mudança no formato do Campeonato Brasileiro

Paralisação para evitar disseminação do coronavírus compromete calendário e o Brasileirão de 2020 pode mudar para se adaptar às datas disponíveis

Brenno Rebouças
19:42 | 19/03/2020
Rogério Caboclo, presidente da CBF, prometeu às Federações que os estaduais terão datas para serem concluídos
Rogério Caboclo, presidente da CBF, prometeu às Federações que os estaduais terão datas para serem concluídos (Foto: Divulgação / Lucas Figueiredo / CBF)

A paralisação do futebol brasileiro (pelo menos na maioria dos estados do País), com o intuito de conter o avanço do novo coronavírus, não tem data prevista para se encerrar. Estima-se que o pico da doença no Brasil aconteça no mês de maio, quando estavam previstas para começar as quatro divisões do Campeonato Brasileiro.

Em decorrência da pandemia, os campeonatos estaduais foram paralisados, o que significa que, quando a bola voltar a rolar, eles ainda precisam ser continuados, empurrando as demais competições para frente. Por conta disso, a fórmula do Campeonato Brasileiro 2020 pode sofrer alteração.

A informação foi dada, inicialmente, pela presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michele Ramalho. Segundo a dirigente, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, “vai convocar um novo (conselho) arbitral e vai mudar o formato (do Campeonato Brasileiro)". Ela não citou a qual divisão do campeonato se referia, mas a assessoria da presidência confirmou ao Esportes O POVO que são as quatro séries (A, B, C e D).

Walter Feldman, secretário-geral da CBF
Walter Feldman, secretário-geral da CBF (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Em entrevista ao programa “Seleção SporTV”, na tarde desta quinta-feira, 19, o secretário geral da CBF, Walter Feldman, comentou sobre o calendário de 2020 e admitiu um novo conselho técnico e a possibilidade de os modelos das competições ainda pendentes serem revistos.

"O diretor de competições (da CBF), Manoel Flores está absolutamente debruçado (sobre o calendário), com toda sua equipe, e tomaremos as decisões em conselho técnico extraordinário para que CBF, federações e clubes possam decidir novos formatos eventualmente necessários no calendário nacional”, disse Feldman.

Federação Cearense de Futebol

O Esportes O POVO procurou o presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, que faz parte do comitê de crise da CBF, juntamente com dirigentes da entidade e dos presidentes das federações do Amapá, São Paulo, Paraná e Goiás. O dirigente cearense disse que durante algumas reuniões já realizadas, foram colocadas muitas sugestões e todas foram discutidas, mas que ainda não há nenhuma decisão tomada ou mudança concreta.

Carmélio confirmou, porém, a possibilidade de mudança de fórmula da Série A do Brasileiro, onde estão Ceará e Fortaleza, em caso de aprovação no conselho técnico. O presidente da FCF fez questão de frisar, no entanto, que tudo ainda está no campo da especulação e disse que a prioridade agora é pensar na saúde de todos e quando a bola voltar a rolar, dar sequência aos campeonatos estaduais.

A Série A do Brasileiro é disputada em pontos corridos desde 2003, enquanto a Série B utiliza o atual formato desde 2006. Série C e D tiveram seus formatos modificados já no começo de 2020.

Maique, do Paulistano, é o primeiro atleta profissional brasileiro com covid-19
Maique, do Paulistano, é o primeiro atleta profissional brasileiro com covid-19

Maique, do Paulistano é o primeiro atleta profissional infectado por coronavírus no Brasil

O Brasil registrou ontem o primeiro caso do novo coronavírus em um atleta profissional. O Paulistano-SP, que disputa o Novo Basquete Brasil (NBB), divulgou um comunicado em que confirma a infecção do pivô Maique. O time anunciou que, após ser internado o paciente recebeu alta, passa bem e tem se recuperado em casa.

O jogador começou a sentir tosse e falta de ar no último dia 13. Dois dias depois, apresentou piora dos sintomas ao ter febre alta. Logo após, foi encaminhado ao hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, onde foi isolado e submetido a uma série de exames. O resultado positivo para o contágio com o novo coronavírus saiu na noite de terça-feira.

Em vídeo, Maique agradeceu às mensagens de apoio que está recebendo e afirma estar se recuperando em casa. "Fui diagnosticado com o coronavírus e acabei tomando um susto, não imaginava que iria contrair esse vírus. Não sei onde eu peguei o vírus. Estou me sentindo muito bem. Estou em casa e fazendo tratamento com o apoio do clube", disse o jogador.

Nas imagens, ele também alerta os fãs. "Gostaria que todos tomassem muito cuidado com os seus amigos e familiares. Vamos pensar em todos nesse momento para combater esse vírus o mais rápido possível", afirma.

O Paulistano disse em nota que todos os integrantes da comissão técnica, demais jogadores e funcionários do clube que tiveram contato com o atleta infectado entraram em quarentena e estão isolados. Mesmo antes da confirmação da contágio, a diretoria havia determinado o fechamento da sede do clube e cancelado os treinos das equipes profissionais. (Agência Estado)