PUBLICIDADE
Esportes
FERROVIÁRIO

Vilar compara jogo contra Floresta com do Corinthians e lamenta derrota: "Tropeçamos nas nossas deficiências"

14:16 | 13/02/2019
Foto: Mateus Dantas/O POVO
Foto: Mateus Dantas/O POVO

Depois de empatar com o Corinthians pela Copa do Brasil, o Ferroviário voltou a jogar nesta terça-feira, 12, pelo Campeonato Cearense, contra o Floresta. E perdeu. Sofreu a primeira derrota da segunda fase do torneio depois de ter potencial de liderança. Marcelo Vilar, em entrevista coletiva pós-jogo, fez um comparativo entre as duas partidas, pelo certame nacional e pelo estadual.

"A gente trabalhou no sentido de que a motivação fosse a mesma, e sentimos que não foi. É diferente jogar contra uma equipe grande que joga e deixa jogar, e contra um time como o Floresta, que marcou muito. Isso faz o jogo ser diferente, não tem nenhuma dúvida. E deixamos espaço pelo lado direito também. Tentamos fazer no segundo tempo um jogo de meio campo, em cima, mas tropeçamos em nossas deficiências", declarou o técnico.

Falando sobre os desfalques que o time teve, Vilar reconheceu que eles fizeram falta, mas garante que o time precisa saber lidar com essas situações. "Afeta o entrosamento, mas não podemos esperar que vamos jogar sempre com o mesmo 11. Sempre vai acontecer contusão, desgaste", disse o treinador, que ainda comentou sobre o calendário da equipe. "Tem que estar se reinventando, buscando soluções dentro do grupo, porque o calendário é esse e temos que nos acomodar a ele", afirmou.

O Ferroviário volta a campo no próximo sábado, 16, para enfrentar o Barbalha no Estádio Presidente Vargas, pela terceira rodada da segunda fase do Campeonato Cearense. O jogo está marcado para as 16 horas, horário de Fortaleza.