PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"Um clube grande como o Ceará sempre tem pressão", diz Lima sobre momento do time

O Vovô não vence há quatro jogos e acumula eliminações seguidas em algumas competições

Gabriel Lopes
19:18 | 15/06/2021
Meia Lima com a bola no jogo Ceará x Fortaleza, na Arena Castelão, pela Copa do Brasil 2021 (Foto: Felipe Santos/CearaSC)
Meia Lima com a bola no jogo Ceará x Fortaleza, na Arena Castelão, pela Copa do Brasil 2021 (Foto: Felipe Santos/CearaSC)

No futebol, a fase de uma equipe pode mudar rapidamente. Invicto com o time principal no início da temporada e atuando em várias competições diferentes, o Ceará, após perder o título da Copa do Nordeste na final para o Bahia, também ficou com o vice do Campeonato Cearense para o Fortaleza, além de ter sido eliminado na fase de grupos da Copa Sul-Americana e de ter caído na terceira fase da Copa do Brasil para o Leão do Pici. Assim, aconteceram diversos protestos de torcedores contra a comissão técnica, jogadores e diretoria.

Nesta terça-feira, 15, o meia-atacante Lima comentou sobre a pressão que o Vovô vem sofrendo e normalizou esse fato. “Um clube grande como o Ceará sempre tem pressão. Os torcedores sabem dos jogadores que tem no clube, sabem o que eles podem fazer, por isso existe a pressão. Isso é normal quando as vitórias e os títulos não vem. Temos que conversar, saber o que podemos melhorar, e trabalhar cada vez mais forte”, disse.

Na próxima quinta-feira, 17, às 16 horas, na Arena Castelão, o Alvinegro de Porangabuçu terá o Bahia pela frente. A partida é válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Nas três partidas iniciais, o Ceará estreou com vitória contra o Grêmio, perdeu para o Santos e empatou com a Chapecoense. Lima relembrou o placar negativo na final do Nordestão diante dos baianos e disse que o objetivo é a vitória.

“Sabemos que é um jogo difícil. Infelizmente na Copa do Nordeste perdemos um título nos pênaltis. Queremos vencer de qualquer maneira. Vamos firmes para conquistar os três pontos”, ressaltou.

Lesionado desde o último jogo da Sul-Americana, Lima perdeu as duas primeiras rodadas do Brasileirão. Ele retornou diante da Chapecoense, como titular, e esteve em campo por 71 minutos. Em 15 jogos na temporada 2021, ele marcou um gol e deu uma assistência.