PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Dirigentes do Ceará são multados em mais de R$ 300 mil pela Conmebol por quebra de protocolo sanitário

O presidente Robinson de Castro, o executivo de Futebol Jorge Macedo, o conselheiro Henrique Lobo e o diretor de Cultura, Biblioteca e Documentação Pedro Mapurunga receberam sanção de mais de R$ 80 mil cada um

Iara Costa
17:29 | 25/05/2021
Foto de membros da delegação do Ceará em Buenos Aires gerou repercussão e discussão sobre possível quebra de protocolo da Conmebol (Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER/DOBLE AMARILLA)
Foto de membros da delegação do Ceará em Buenos Aires gerou repercussão e discussão sobre possível quebra de protocolo da Conmebol (Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER/DOBLE AMARILLA)

O Ceará recebeu nesta terça-feira, 25, uma multa no valor de mais de R$ 300 mil (60 mil dólares) e advertência por quebra do protocolo sanitário. O Alvinegro de Porangabuçu recebeu a sanção após quatro membros da delegação alvinegra serem fotografados fora do hotel onde a equipe se hospedou na Argentina, quando enfrentou o Arsenal de Sarandí no dia 27 de abril.

O presidente Robinson de Castro, o executivo de Futebol Jorge Macedo, o conselheiro Henrique Lobo e o diretor de Cultura, Biblioteca e Documentação Pedro Mapurunga foram multados em R$ 80 mil (15 mil dólares) cada um " pela infração ao Protocolo de Operações das Competições de Clubes da Conmebol", informou a entidade em nota. 

+ Sem Luiz Otávio, Ceará embarca para Bolívia para enfrentar o Jorge Wilstermann na Sula

O valor da multa será debitado automaticamente da quantia que o clube irá receber da competição por direitos televisivos e de patrimônio. A entidade informou que a decisão cabe recurso, que deve ser apresentado num prazo de sete dias após a notificação da decisão. 

+ Jorge Wilstermann deve mudar esquema e escalação para enfrentar o Ceará na Sula

Procurada pelo Esportes O POVO, a assessoria de comunicação do Ceará informou que o clube não irá se manifestar sobre o assunto.  

Esta é a segunda multa que o Alvinegro de Porangabuçu recebe nesta Copa Sul-Americana. No dia 11 de maio, o clube já havia sido sancionado em cerca de R$ 78 mil (15 mil dólares) pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol por infringir protocolo ao visitar o estádio La Bombonera após treino apronto na Casa Amarilla, CT do Boca Juniors. A esta decisão não coube recurso.