Participamos do

Ceará: Sistema defensivo melhora e reflete na campanha do segundo turno

O time da capital saiu do 17ª mais vazado para o nono que menos sofreu gols
10:32 | Fev. 02, 2021
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A defesa alvinegra foi questionada diversas vezes nesta edição do Brasileirão. Com 44 gols sofridos, o Vovô fica na frente de times que estão lutando contra o rebaixamento, como Vasco (47), Botafogo (51), Bahia (54) e Goiás (57). Porém, no segundo turno, o sistema defensivo melhorou e trouxe consequências na campanha. O Ceará, até o momento, teve as redes balançadas 17 vezes neste returno, precisando levar 10 gols em cinco jogos para igualar o número sofrido na primeira metade.

O Ceará terminou o primeiro turno na 11ª colocação, algo que não é ruim considerando os objetivos do clube, entretanto, o saldo negativo de 22 gols marcados e 27 sofridos, mostra que o Alvinegro poderia estar mais bem colocado na Série A. Ao fim da primeira metade do campeonato só Bahia e Goiás foram mais vazados que o sistema defensivo cearense, com 29 e 36 gols respectivamente.

A mudança ocorreu no segundo turno melhorando o desempenho em pontos do Ceará. Com 17 gols sofridos, a defesa alvinegra ocupa o meio da tabela, saindo da 17ª pior para a nona melhor do returno. Em pontuação, o salto foi do 11ª lugar para o nono, com chances de Libertadores.

A média de gols sofridos pelo Ceará também caiu um pouco entre os turnos. Nas 14 primeiras partidas dos turnos, o Vovô sofreu média de 1,4 primeiro e 1,2 no segundo.

Contando as últimas 10 partidas do Vovô, somente cinco adversários sofreram menos gols que o sistema defensivo cearense. O líder Internacional, o Atlhético-PR, Grêmio, Palmeiras e o Corinthians são os únicos clubes a baterem a marca do Ceará. Dos times citados, todos estão entre as seis melhores defesas da Série A.

Com um time mais equilibrado entre os setores ofensivos e defensivos o Ceará vai enfrentar o Corinthians na Neo Química Arena, nesta quarta-feira, 3 de fevereiro, às 21:30, pela 34ª rodada da Série A. As duas equipes estão empatadas com 45 pontos e precisam da vitória para ainda sonhar com a última vaga na Libertadores.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags