PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"A gente deveria estar fazendo essa campanha dentro de casa", diz técnico do Ceará após novo triunfo fora

Com a fama de visitante perigoso estabelecida, é hora de resolver o problema interno. O Alvinegro não vence no Castelão há nove jogos

Brenno Rebouças
10:00 | 22/01/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 07.01.2021: Guto Ferreira. Ceara x Internacional, pelo campeonato Brasileiro pela rodada 28, na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: Aurelio Alves)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 07.01.2021: Guto Ferreira. Ceara x Internacional, pelo campeonato Brasileiro pela rodada 28, na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: Aurelio Alves)

A goleada por 4 a 0 sobre o Goiás endossou a fama de visitante indigesto do Ceará. Dos últimos seis jogos fora de casa, o Vovô venceu cinco e empatou apenas um, o que significa um aproveitamento 88,9% na sequência recente de partidas disputadas na casa do adversário.

Antes disso, o Alvinegro havia vencido apenas o Atlético-GO fora de casa, na distante 6ª rodada da Série A. O desempenho recente como visitante faz do Ceará o quarto melhor time da competição nesse quesito, atrás apenas de Internacional, São Paulo e Flamengo.

O técnico Guto Ferreira celebra o bom desempenho do time em domínios adversários e destaca a chance de maior impulso que se abre diante dessa realidade. “A gente deveria estar fazendo essa campanha dentro de casa. Estar fazendo fora te permite (quando jogar) dentro de casa, de repente, entrar com mais força pra conseguir o resultado e te impulsionar mais ainda. O mais importante é que a gente tem jogado jogo sim, jogo não, fora de casa e nisso a gente tem somado pontos na maioria das vezes”, avaliou.

A última derrota do Ceará como visitante foi para o Grêmio, na 21ª rodada. De lá para cá o Vovô bateu em domínios adversários Vasco, Bahia, Fortaleza (foi visitante no Clássico-Rei), Flamengo e Goiás. No meio dessa sequência, empatou com o Santos. Resultados que Guto atribui a uma defesa sólida e uma evolução na parte de construção de jogadas.

Com a fama de visitante perigoso estabelecida, é hora de resolver o problema interno. O Alvinegro não vence no Castelão há nove jogos — desde o jogo contra o Coritiba, na 18ª rodada — e vem de uma sequência de três derrotas como mandante.

“Nós temos que voltar a vencer no Castelão, temos que nos impor e retomar pra nós, fazer valer o mando de campo. Isso é um trabalho mental para a gente fazer com os jogadores e buscar (triunfar novamente em casa). Será um jogo bastante difícil diante do Palmeiras, contra quem já fizemos três partidas neste ano, tendo dois empates e uma derrota e vamos trabalhar para que a gente possa fazer uma grande partida e conquistar três pontos”, disse Guto Ferreira.

Com 42 pontos conquistados, o Ceará praticamente não tem mais chances de rebaixamento, mas o comandante do Vovô faz questão de enfatizar que os anseios da equipe na Série A são maiores. “Nós não podemos parar aqui, temos que buscar mais, o compromisso nosso é atingir uma competição internacional e temos que trabalhar para isso. Estamos próximos de conseguir, faltam sete jogos difíceis e temos que fazer partidas como fazemos hoje (contra o Goiás), com nível de concentração alta, equipe sendo assertiva, trabalhando muito bem defensivamente e sendo muito agressiva no aspecto ofensivo”, projeta.

Leia Mais: "Começamos a sonhar um pouco mais alto", pontua Vina após Ceará alcançar 42 pontos no Brasileirão