PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"Temos que cumprir objetivos pequenos para atingir o objetivo maior", diz Klaus sobre campanha do Ceará no Brasileirão

O zagueiro do Vovô revelou que estar na parte de cima da tabela ao final do torneio é a principal meta

Gabriel Lopes
16:27 | 04/01/2021
Klaus, zagueiro do Ceará, em entrevista coletiva guiada (Foto: Marcelo Vidal/Ceará SC)
Klaus, zagueiro do Ceará, em entrevista coletiva guiada (Foto: Marcelo Vidal/Ceará SC)

O ano de 2021 tem início com pendências de 2020. No futebol, o Campeonato Brasileiro do ano passado será finalizado no início deste ano. Para o Ceará, que estava em alta nos últimos jogos antes do recesso, o foco já está voltado para o embate contra o Internacional, na próxima quinta-feira, 7, às 19 horas, na Arena Castelão. O zagueiro Klaus, em entrevista coletiva guiada concedida nesta segunda-feira, 4, falou sobre os objetivos do Vovô na reta final do Brasileirão.

“O objetivo é escapar da zona de rebaixamento, e estamos conseguindo muito bem na competição. Mas o Ceará pode almejar coisas maiores, ficar na parte de cima da tabela. Estamos fazendo planejamento jogo a jogo. A tabela tem bastante times com o mesmo número de pontos, temos que pontuar ao máximo nas rodadas. Temos que cumprir os objetivos pequenos para cumprir o objetivo maior, que é estar na parte de cima da tabela”, revelou.

Atualmente, o Alvinegro de Porangabuçu está na décima colocação do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos, oito acima do Vasco-RJ, clube que abre a zona de rebaixamento (com um jogo a menos). Além disso, o Vovô está inserido entre os times que participariam da Copa Sul-Americana em 2021 e a distância para o G7, grupo de equipes que vão à Libertadores neste ano, é de quatro pontos.

O Internacional-RS, oponente do Ceará na 28ª rodada, está na quarta colocação do Brasileirão, com 47 pontos. O Colorado foi a equipe de Klaus por três temporadas, entre 2017 e 2019. O defensor falou sobre a experiência de enfrentar o ex-clube e rever ex-companheiros.

“Foram momentos bons. Agora poderei encontrar ex-companheiros de equipe. É uma satisfação poder enfrentar o Internacional na Série A. Eu conheço o jeito que alguns atletas jogam, pela convivência, mas muitas coisas mudaram. É uma emoção, minha família é colorada. Mas com certeza eles estarão torcendo por mim, no Ceará. Darei o máximo para que tenhamos o resultado positivo”, disse.

Klaus fez um início de ano positivo, inclusive com gols marcados, dois deles em Clássicos-Rei. Contudo, logo no início do Brasileirão, ele sofreu uma lesão na coxa e ficou ausente por longo período de tempo. O zagueiro passou 19 rodadas ausente na Série A. Contudo, na última partida de 2020, no empate por 1 a 1 contra o Santos-SP na Vila Belmiro, Klaus foi titular o jogo inteiro, fazendo dupla com Tiago Pagnussat. Ele comentou sobre o período de recuperação e falou acerca do retorno aos gramados.

“Ficar de fora de alguns jogos não é muito bom para o jogador de futebol. Não foi um momento que pude tirar muitas coisas positivas. Quem está no DM trabalha até dobrado, para estar à disposição o mais rápido possível. Foi um período duro, de aprendizado. Positivo não foi muito, pois queria estar atuando, dentro de campo. Estava com uma sequência interessante dentro de campo. Sigo nessa retomada e 2021 seja ainda melhor que 2020 para mim no Ceará”, explicou.